O que fazer em Porto Alegre: atrações incríveis na capital dos gaúchos

Escrito por Nicole Dias

Você já conhece a capital do Rio Grande do Sul? Se a resposta for não, chegou a hora de mudar isso. Não faltam opções de o que fazer em Porto Alegre, seja um local charmoso para tomar um café, um museu interativo ou mesmo uma igreja com décadas de história.

Para ajudar você a montar o seu roteiro por POA, preparamos uma lista com atrações imperdíveis, de final de semana, para fazer em dias de chuva, sozinho ou a dois. Ou seja, impossível não achar nada para seu gosto, não é mesmo? Prepare-se para se encantar por esse recanto gaúcho cheio de belezas.

O que fazer em Porto Alegre em 1 dia

Se a sua estadia em Porto Alegre tem tempo limitado, não deixe de passar por essas atrações principais. São ótimas para dar um gostinho do que a cidade tem.

1. Centro Histórico

O Centro Histórico de Porto Alegre impressiona pela sua arquitetura e mantém sempre vivo o passado da capital dos gaúchos. São diversos os locais que merecem ser visitados por ali, e uma atração não fica muito distante da outra. O que não pode faltar na sua lista: Praça da Matriz, Palácio do Governo, Catedral Metropolitana, Teatro São Pedro, Viaduto da Borges e Igreja das Dores – fora os outros passeios que estão mencionados na lista abaixo, claro.

  • Valor de entrada: várias das atrações do Centro Histórico contam com entrada franca.

2. Parque Marinha do Brasil

Em uma localização privilegiada, perto do Guaíba e do Shopping Praia de Belas, o Parque Marinha é ideal para curtir a natureza, fazer uma caminhada, praticar esportes ou tomar um chimarrão entre amigos. Aos finais de semana ensolarados os espaços na grama são disputados, então a dica é ir cedo e achar um bom espaço para aproveitar. No parque há uma pista de skate grandona e quadras poliesportivas.

  • Endereço: Av. Borges de Medeiros, 2035 – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: aberto 24 horas.
  • Valor de entrada: gratuito.

3. Orla do Guaíba

Um excelente local para curtir aos finais de semana ou ao entardecer, a orla do Guaíba passou recentemente por revitalização e oferece diferentes possibilidades de lazer. É possível alugar bicicletas e passear pela ciclovia, fazer exercícios, tomar um chimarrão e bater papo. Sem esquecer, claro, do espetáculo que é o pôr do sol visto de lá. Dica: leve sua canga ou cadeira e aproveite o dia sem pressa.

  • Endereço: Av. Edvaldo Pereira Paiva, 4570-4688 – Praia de Belas.

4. Casa de Cultura Mario Quintana

Um local que homenageia grandes nomes da cultura gaúcha e que se volta para as artes visuais, dança, literatura e cultura. Antigamente o local era o Hotel Majestic, que foi por muitos anos a residência de Mario Quintana. São diversas salas a serem visitadas. Há um café no alto, cheio de charme e com uma linda vista para a cidade. Prepare-se para tirar fotos maravilhosas por lá.

  • Endereço: Rua dos Andradas, 736.
  • Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 9:00 às 21:00. Domingos e feriados, das 12:00 às 21:00.
  • Valor de entrada: a entrada da Casa de Cultura Mario Quintana é gratuita. Já as demais atividades que ocorrem no local contam com seus próprios valores. O aconselhado é sempre verificar no site da Casa.

5. Mercado Público

Integrante do Patrimônio Histórico e Cultural de Porto Alegre, o Mercado Público conta com estabelecimentos diversos, de restaurantes e lancherias até bancas de frutas, especiarias e cafés. Não deixe de comprar por lá um pouco de erva mate e experimente os sorvetes da Banca 40.

  • Endereço: Galeria Mercado Público Central, s/nº – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 07:30 às 19:30. Sábado das 07:30 às 18:30. Fechado aos domingos.
  • Valor de entrada: gratuito.

O que fazer em Porto Alegre no fim de semana

Se ao longo da semana Porto Alegre já tem movimento pelas ruas, aos sábados e domingos o clima é outro. É hora de aproveitar alguns dos points mais amados pelos porto-alegrenses e visitantes de todas as partes.

6. MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do Sul

Com um acervo de mais de 3 mil obras de arte, o MARGS está entre as instituições culturais mais importantes do Rio Grande do Sul. O prédio é enorme e bem conservado, abrigando peças de diferentes estilos, de pinturas e esculturas até artes digitais e de performance. Há a valorização do trabalho de artistas gaúchos, bem como obras de importantes nomes do cenário internacional.

  • Endereço: Praça da Alfândega, s/n° – Centro.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10:00 às 19:00.
  • Valor de entrada: entrada gratuita.

7. Cidade Baixa

Um local democrático, coração da vida noturna de Porto Alegre, repleto de praças, restaurantes, cafés, barzinhos e baladas. A Cidade Baixa é o bairro certo para quem procura por diversão nas noites da capital gaúcha, e há alternativas para todos os gostos. O Quentin’s Bar (Rua Gen. Lima e Silva, 918) é um bar temático que homenageia o diretor de cinema Tarantino. Já a Casa Azul (Rua Gen. Lima e Silva, 912) é um hostel e bar, em um clima bem descolado. Já o Dirty Old Man (Rua Gen. Lima e Silva, 956) tem toda aquela vibe de pub e oferece drinks incríveis. Fica a seu critério escolher onde será a madrugada.

8. Theatro São Pedro

A palavra “teatro” escrita com a letra H já é um indício dos muitos anos que o São Pedro traz mais cultura e beleza para Porto Alegre. O prédio foi inaugurado em junho de 1858, tendo se tornado patrimônio público em 1862. Por lá já passaram grandes nomes da música, da dança, do circo e do teatro. A programação do Theatro São Pedro é vasta e há eventos praticamente todos os dias, muitos deles com entrada franca.

  • Endereço: Praça Marechal Deodoro, s/n° – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 16:00 até o horário de início do espetáculo. Quando não houver espetáculo, das 16:00 às 18:30.
  • Valor de entrada: varia conforme a atração. Confira no site os próximos espetáculos e mais informações sobre cada um deles.

9. Museu e Fundação Iberê Camargo

Fundada em 1995, a Fundação Iberê Camargo preserva e divulga a obra do artista que dá nome ao local. Além das peças permanentes, todos os anos a Fundação oferece uma rica programação cultural com cursos, oficinas, seminários e diferentes exposições. Às margens do Guaíba, o museu é brindado com um entardecer espetacular. É possível agendar visitas mediadas gratuitas para grupos acima de 10 pessoas.

  • Endereço: Av. Padre Cacique, 2000.
  • Horário de funcionamento: sábado e domingo, das 14:00 às 19:00.
  • Valor de entrada: gratuito.

10. Brique da Redenção

O Brique da Redenção é praticamente um programa obrigatório aos domingos em Porto Alegre. A feira, que teve seu começo em 1978, ocorre todas as semanas e atualmente conta com espaço para 300 expositores, divididos entre artesanato, artistas plásticos, antiquários e espaço para alimentação. É no canteiro central da avenida José Bonifácio, da Avenida Osvaldo Aranha até a Avenida João Pessoa, que o visitante pode comer deliciosas pipocas doces e encontrar lembrancinhas e peças únicas.

  • Endereço: canteiro central da Av. José Bonifacio.
  • Horário de funcionamento: domingo, das 09:00 às 17:00.

O que fazer em Porto Alegre com chuva

Nem as condições climáticas impedem que você tenha um dia repleto de experiências em Porto Alegre. Quando cai é chuva, é hora de se abrigar em museus e ter momentos de pura cultura.

11. Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS

Um local para se conhecer mais sobre a ciência de forma interativa e divertida. Essa é a proposta do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, que é adorado principalmente pelas crianças e jovens por causa de todas as experiências que proporciona. É possível ir em um simulador de terremoto, desafiar as leis da física, observar ossadas de mamíferos aquáticos, saber mais sobre arqueologia, entre tantos outros temas.

  • Endereço: Av. Ipiranga, 6.681 – Prédio 40.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9:00 às 17:00. Sábado e domingo, das 10:00 às 18:00.
  • Valor de entrada: para o público em geral, R$32,00. Idosos, estudantes e visitantes de até 15 anos pagam meia entrada, R$16,00.

12. Santander Cultural

Um prédio histórico no coração da cidade que abriga e incentiva artes visuais, cinema e conhecimento. O Santander Cultural conta com sessões diárias de cinema e uma rica programação de exposições e eventos ao longo do ano. A arte moderna contemporânea é a preferência, e por lá já estiveram obras de artistas incríveis, como Vik Muniz, Miró e Miguel Rio Branco.

  • Endereço: Rua Sete de Setembro, 1028 – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10:00 às 19:00. Domingos, das 14:00 às 19:00. Não abre aos feriados.
  • Valor de entrada: os ingressos variam de acordo com as atrações. Para música, R$12,00. Cinema e programação regular, R$10,00. Estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada.

13. Exposições na Usina do Gasômetro

Talvez você não saiba, mas dentro da Usina do Gasômetro, um dos principais cartões postais de Porto Alegre, ocorrem frequentemente exposições de arte com entrada franca. Por lá já passaram diversos artistas do mundo inteiro, além de oficinas que ocupam espaços e promovem a arte e as atividades físicas. Atualmente o espaço passa por reformas integradas à requalificação da Orla do Guaíba. A dica é já deixar esse destino no seu radar e conferir de perto tudo após as obras de mudança.

  • Endereço: Av. Pres. João Goulart, 551.
  • Valor de entrada: gratuito.

14. Solar dos Câmara

Prédio residencial mais antigo de Porto Alegre, atualmente o Solar dos Câmara é um espaço cultural. No Salão José Lewgoy ocorrem atrações de poesia, música e teatro, enquanto o Salão de Refeições é marcado por seus lindos murais com paisagens diversas. Para grupos acima de 15 pessoas é necessário agendar a visitação, de maneira a preservar o espaço.

  • Endereço: Rua Duque de Caxias, 968 – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 09:00 às 18:00.
  • Valor de entrada: gratuito.

15. Catedral Metropolitana

Também conhecida como Igreja Matriz Nossa Senhora Madre de Deus, a Catedral Metropolitana fica na Praça da Matriz e é um encanto até para quem não curte passeios religiosos. De acordo com alguns turistas, ela é bastante semelhante a algumas igrejas romanas, especialmente por causa da fachada. Há diferentes peças de arte e detalhes elaborados. Para curtir alguns momentos de silêncio e tranquilidade.

  • Endereço: Rua Duque de Caxias, 1047 – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 7:00 às 19:00. Aos sábados das 9:00 às 19:00 e aos domingos das 8:00 às 19:00.
  • Valor de entrada: gratuito.

O que fazer em Porto Alegre a dois

O destino porto-alegrense também tem muito a oferecer para casais em clima de romance, seja um cafezinho aconchegante ou um passeio de barco. Confira.

16. Lanche no Café do Duque

Especializado em café da manhã e brunch, o Café do Duque é pequenino e aconchegante, com decoração bem linda, cardápio gostoso e atendimento cordial. O café fica ao lado da escadaria da Borges de Medeiros e é uma boa pedida para um casal aproveitar um lanchinho entre um passeio e outro. A quiche, os sanduíches e o brigadeirão estão entre os pontos altos do cardápio.

  • Endereço: Rua Duque de Caxias, 1354.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10:00 às 19:30. Sábado das 12:00 às 19:30. Fechado aos domingos.

17. Passeio no Cisne Branco

Tradicional na cidade, o barco Cisne Branco conta com embarque no Portão Central do Cais do Porto e é referência no turismo fluvial. Há diferentes opções de passeio. O Navegando pelo Guaíba tem duração de uma hora e tem um enfoque cultural. O Passeio Almoço navega em direção à zona sul da cidade e ocorre no horário do meio dia. Já As Luzes da Cidade é uma programação noturna com opção de jantar e danceteria. Basta escolher o passeio do seu interesse e realizar agendamento prévio através do site.

  • Endereço: Av. Mauá, 1050 – Armazém B3 – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: a combinar de acordo com o passeio escolhido.
  • Valor de entrada: varia conforme o passeio. O Navegando pelo Guaíba, por exemplo, custa R$35,00.

18. Jardim Botânico

Com 39 hectares e mais de 8 mil exemplares de plantas, o Jardim Botânico é considerado o pulmão verde da capital do Rio Grande do Sul. O local é interessante de ser visitado tanto por quem aprecia a natureza e o paisagismo quanto por quem procura um espaço bonito e sossegado. Entre tantas variedades, destacam-se as lindas araucárias e todo o colorido dos ipês. O Jardim oferece uma boa infraestrutura para quem passar o dia por lá, como lancheria e banheiros.

  • Endereço: Rua Dr. Salvador França, 1427 – Bairro Jardim Botânico.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 8:00 às 17:00.
  • Valor de entrada: para adultos, R$6,00. Estudantes com comprovante e idosos pagam R$3,00. Entrada gratuita para crianças de até 5 anos.

19. Calçadão de Ipanema

Se engana quem acha que apenas no Rio de Janeiro há um Calçadão de Ipanema. No entanto, esse bairro de Porto Alegre ganhou o nome justamente por causa da famosa praia carioca. Ipanema fica na Zona Sul de Porto Alegre e é um lugar convidativo, com praia de água doce, muita natureza e um calçadão que fica movimentado no entardecer, especialmente aos finais de semana. Boa pedida para passear ao ar livre com quem você gosta.

  • Endereço: Av. Guaíba – Ipanema.

20. Jantar no Moinhos de Vento

Na região central de Porto Alegre, o bairro Moinhos de Vento é charmoso, é elegante, é uma área nobre. De dia, a dica é passear pelas ruas arborizadas, conhecer o Parque Moinhos de Vento, os shoppings e lojas existentes nos arredores. Já quando a noite chega, a pedida é optar por um dos restaurantes maravilhosos que por lá estão. Entre os mais românticos estão Peppo Cucina (Rua Dona Laura, 161), Constantino Café (Rua Fernando Gomes, 44), Puppi Baggio (Rua Dinarte Ribeiro, 155) e Tutto Riso (Rua Dinarte Ribeiro, 116).

O que fazer em Porto Alegre sozinho

O bom de viajar sozinho é poder escolher o que fazer conforme suas preferências e horários. Abaixo, sugestões para seu roteiro solo em Porto Alegre.

21. City Tour

Uma maneira bacana de conhecer as principais atrações de Porto Alegre é através do passeio city tour da Linha Turismo. Do segundo andar de um enorme ônibus é possível ter um panorama do que Porto Alegre tem a oferecer, de suas ruas e praças até monumentos e personagens. Há opções de city tour no Centro Histórico, com diferentes paradas pelo trajeto, e na Zona Sul.

  • Endereço: para o City Tour Centro Histórico os pontos de partida são CIT Terminal Linha Turismo (Travessa do Carmo, 84 – Cidade Baixa) e CIT Mercado Público (Largo Glênio Peres, s/nº – Centro Histórico). Já para o City Tour Zona Sul, o ponto de embarque é apenas CIT Terminal Linha Turismo.
  • Horário de funcionamento: City Tour Centro Histórico – de terça a domingo, com partidas de hora em hora das 09:00 às 16:00. Já o roteiro Zona Sul é das 10:00 às 15:00.
  • Valor de entrada: R$30,00. Estudantes com carteira da UNE, crianças de 3 a 12 anos e pessoas acima de 60 anos contam com desconto de 50%.

22. Tour nos estádios do Grêmio e do Inter

No Rio Grande do Sul em geral existe a rivalidade entre o Internacional e o Grêmio. No entanto, se você não tem preferência por um time ou o outro, não deixe de visitar os seus estádios. Tanto a Arena do Grêmio quanto o Beira Rio do Inter oferecem visitações com cerca de uma hora de duração, passando por cabines de imprensa, camarotes e vestiários. Os roteiros podem sofrer alterações caso os times estejam treinando.

  • Endereço – Arena do Grêmio: Av. Padre Leopoldo Brentano, 110 – Humaitá.
  • Endereço – Estádio Beira Rio: Avenida Padre Cacique, 891 – Praia de Belas.
  • Horário de funcionamento: o Arena Tour ocorre diariamente, em horários que vão das 10:00 às 17:00. A Visita Colorada tem várias saídas ao longo do dia, também das 10:00 às 17:00.
  • Valor de entrada: Tour na Arena – R$38,00. Visita Colorada – R$30,00.

23. Free Walk Poa

Explorar Porto Alegre andando ao lado de outros turistas é um jeito bacana de conhecer a cidade e, de quebra, conhecer pessoas novas. E se essa experiência for gratuita, melhor ainda. O Free Walk Poa oferece roteiros pelo centro, pelo tradicional bairro Bom Fim, no elegante Moinhos de Vento e entre toda a boemia da Cidade Baixa. Embora sem custos, é importante reservar seu lugar através do site.

  • Endereço: cada passeio tem seu ponto de partida. O roteiro do centro sai no Chalé da Praça XV. Do Bom Fim, no Auditório Araújo Viana. Moinhos de Vento, da Antiga Estação de Tratamento do DMAE. Cidade Baixa, Largo Zumbi dos Palmares.
  • Horário de funcionamento: os roteiros ocorrem aos sábados e domingos. Horários disponíveis na página do Facebook.
  • Valor de entrada: não há custo, mas vale deixar uma gorjeta ou comprar um produto do FWP para ajudar o projeto.

24. Instituto Ling

Arte, cultura e gastronomia se encontram no Instituto Ling, local cuja história se iniciou em 1995. O objetivo do casal fundador, Sheun Ming Ling e Lydia Wong Ling, é contribuir para a transformação da sociedade brasileira através de investimentos em educação. Além de oferecer bolsas de estudo, o Instituto oferece vasta programação cultural, cursos e exposições, além de disponibilizar espaços para aluguel. Artes cênicas, cinema, música e humanidades são alguns dos temas explorados.

  • Endereço: Rua João Caetano, 440 – Bairro Três Figueiras.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 10:30 às 22:00. Sábados, das 10:30 às 20:00.
  • Valor de entrada: muitas das exposições contam com entrada gratuita. Oficinas e visitas guiadas podem ser agendadas através do e-mail educativo@institutoling.org.br.

25. Caminho dos Antiquários

Nas ruas Marechal Floriano Peixoto, José do Patrocínio e Coronel Fernando Machado é possível fazer uma viagem no tempo. Isso porque o trecho reúne dezenas de lojas de antiguidades, sendo que aos finais de semana ainda há feira com muitos artigos e relíquias na rua mesmo. O visitante pode encontrar objetos de vários estilos e funções, desde peças decorativas até curiosos paliteiros e porta relógio de bolso. Para garimpar.

  • Endereço: Rua Mal. Floriano Peixoto – Centro Histórico.
  • Horário de funcionamento: a feira acontece aos sábados, das 10:00 às 15:30.
  • Valor de entrada: gratuito.

Passeou muito e ficou com fome? Tudo bem! Confira já esses 25 restaurantes em Porto Alegre que você deveria conhecer.

PARA VOCÊ