Cachoeiras de Pirenópolis: 15 quedas d’água que você precisa conhecer

Escrito por Sheila Almendros

As cachoeiras são as principais atrações de Pirenópolis. Cerca de 80 quedas d’água foram catalogadas pela prefeitura da cidade, sendo que muitas delas pertencem a propriedades particulares. Esse destino, que fica a cerca de 130 km de Goiânia, oferece várias opções com trilhas de acesso, e muitas delas ainda possuem infraestrutura completa. Confira as melhores cachoeiras de Pirenópolis que separamos para você!

Continua após o anúncio

1. Cachoeira do Abade

Na cachoeira do Abade, você encontrará trilhas calçadas, piscinas naturais, uma ponte pênsil com 50 metros de extensão, um restaurante, além da queda d’água principal de 22 metros e outras 6 pequenas cachoeiras, acessadas por uma divertida trilha. Os ingressos variam de acordo com a trilha escolhida pelo visitante. Crianças de 6 a 12 anos e idosos acima de 60 anos pagam meia.

2. Cachoeira das Araras

Todos os dias, das 8h às 17h, você poderá desfrutar dos encantos da Cachoeira das Araras, que ainda conta um lindo poço para banho. O local oferece infraestrutura completa, com camping, pousada, churrasqueiras, banheiros, mesas para refeições, restaurante, lanchonete e playground, além do seu fácil acesso, que pode ser feito de carro até as proximidades da atração. A entrada custa R$ 25 por pessoa, e crianças até 7 anos não pagam.

3. Cachoeira Bonsucesso

Localizada na fazenda homônima, a Cachoeira Bonsucesso fica aberta diariamente das 8h às 16h. Há duas trilhas disponíveis: uma é feita a cavalo (R$ 40) e a outra a pé (R$ 20), com percurso de 1200 metros sem pavimento, que dá acesso a mais 6 cachoeiras. Aos finais de semana, o visitante ainda poderá contar com um restaurante e lojas de doces típicos e artesanato.

4. Cachoeira do Coqueiro

Nessa atração há um restaurante, que funciona aos finais de semana e feriados, e dois poços: o que está no alto da queda d’água pode ser acessado por uma escadaria. O ingresso custa R$ 25 por pessoa, crianças de até 5 anos não pagam e crianças entre 6 e 12 anos pagam meia-entrada. Os valores também incluem a visita a outra cachoeira do local, a cachoeira Garganta.

5. Cachoeira Garganta

Logo abaixo da Cachoeira do Coqueiro, está a outra queda d’água, batizada de Garganta, e com apenas 10 minutos de caminhada você chegará até ela. Há uma sequência de degraus naturais feitos de pedra e um poço fundo que pode ser curtido com cuidado. A água costuma ser bastante fria, pois não bate sol na área.

6. Cachoeira dos Dragões

A cachoeira dos Dragões fica dentro do Mosteiro Zen e é acessada somente com guia turístico, pois o percurso é longo (4 horas de caminhada) e fácil de se perder. Não existe nenhum tipo de infraestrutura no local. Mas todo o esforço vale a pena: além da cachoeira ser refrescante, o local é encantador! Funciona de quarta a domingo, das 9h às 16h, com entrada por R$ 40 (trilha + cachoeira).

7. Cachoeira Paraíso

A Cachoeira Paraíso faz parte de um complexo com o mesmo nome e é a mais fácil de ser acessada, pois fica próxima do restaurante e do estacionamento do local. Conta com uma pequena queda d’água e poço fundo, ideal para mergulhar e se refrescar. O amplo espaço ainda oferece playground, redário, piscina aquecida e camping.

8. Cachoeira do Lobo

A cachoeira do Lobo é a segunda queda d’água do complexo Cachoeira Paraíso, e o seu acesso exige um certo fôlego: são 2 km de trilha não pavimentada, percorrida em 40 minutos de caminhada. Mas a vista proporcionada pela atração faz qualquer esforço valer a pena: a cachoeira do Lobo fica dentro de um pequeno cânion. Ingressos por R$ 25.

9. Cachoeira Santa Maria

É na Reserva de Vargem Grande que você encontrará as cachoeiras de Santa Maria e Lázaro, sendo a primeira a mais próxima do estacionamento. O seu poço é grande e cercado por areia fina, com todo o clima praiano que um dia de calor pede. As crianças podem curtir tranquilamente no raso, mas, para qualquer eventualidade, a reserva possui também salva-vidas. Toda a infraestrutura, com restaurante e banheiros, fica na área do estacionamento.

Continua após o anúncio

10. Cachoeira do Lázaro

Já na cachoeira do Lázaro, você encontrará um poço raso e uma linda queda d’água, cercada de diversas pedras, onde você pode se sentar e deitar. O local é ideal para crianças e adultos que não se sentem seguros para nadar em grandes profundidades, e o seu acesso é feito por uma trilha de 1500 metros bem demarcada. Fica aberto todos os dias, das 9h às 17h, com ingressos por R$ 35 para as duas cachoeiras.

11. Cachoeira do Rosário

Vencedora do certificado de excelência do TripAdivisor, a Cachoeira do Rosário faz jus ao seu título até debaixo de chuva, já que sua água é cristalina até durante a tempestade. A atração oferece piscinas naturais, gruta com 42 metros de queda negativa e trilhas terapêuticas. O acesso à cachoeira custa R$ 45, mas, se deseja incluir o almoço no pacote, acrescente R$ 90. Fica aberta todos os dias, das 9h às 17h.

12. Cachoeira da Meia Lua

A cachoeira da Meia Lua fica no pé da Serra dos Pireneus, bem pertinho do centro da cidade. O acesso é fácil e o visitante desfrutará de um belo cenário com piscinas naturais, formadas pelos 200 metros de corredeiras e várias quedas d’água. A infraestrutura conta com vestuário, banheiro e lanchonete. A atração fica aberta todos os dias, das 8h às 17h, com ingressos por R$ 25 (crianças até 10 anos não pagam).

13. Cachoeira Usina Velha

Essa é mais uma atração próxima do centro de Pirenópolis e está situada onde já funcionou uma antiga usina, em Ribeirão do Inferno. O local possui diversas quedas d’água, além de banheiros e lanchonete. Fique atento, pois tal facilidade faz com que o local fique bem cheio nos finais de semana. Abre de quarta a domingo, das 8h às 16h, com ingressos por R$ 25 para visitantes com mais de 9 anos.

14. Cachoeira do Salto do Corumbá

Apesar de não estar precisamente em Pirenópolis, a cachoeira do Salto do Corumbá está a poucos quilômetros da cidade e possui uma queda maravilhosa de 50 metros de altura (ou seja, vale a viagem!). O acesso é feito por uma trilha de 1600 metros (contando ida e volta) e o complexo ainda possui outras quedas d’água, como a Cachoeira da Garganta, Três Cachoeiras do Rasgão, Cachoeira da Gruta e Cachoeira do Ouro.

15. Cachoeira do Ouro

O poço de água morna da Cachoeira do Ouro, com temperaturas médias de 20°C, é perfeito para relaxar e curtir a paisagem durante o banho. É a principal atração do Salto Corumbá Camping Clube Hotel, e o visitante ainda poderá contar com dormitórios, área para acampamento, opções de lazer como rapel e tirolesa. O local funciona todos os dias, das 8h às 18h, com ingressos por R$ 45 (não inclui as atividades extras).

Os meses ideais para curtir ao máximo as cachoeiras é no período de seca da região, de maio a julho. Caso suas férias não permitam viajar nesse período e coincidam com a época de chuvas da região, aproveite para conhecer outros passeios em Pirenópolis. Você não vai se arrepender!

 
   

PARA VOCÊ