Chapada do Araripe: um guia completo da atração arqueológica nordestina

Por                                
Em 09.02.21

A Chapada do Araripe é um ponto turístico que oferece inúmeras atrações naturais ao viajante: de trilhas ecológicas a vestígios arqueológicos. Esse tesouro natural pode ser visitado em qualquer temporada do ano, e atende as expectativas desde os mais aventureiros, até o turista que não abre mão de uma boa história.

Publicidade

Onde fica a Chapada do Araripe

Localizada no sul do Ceará, a Chapada do Araripe abrange seis municípios da região do Cariri: Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri. O parque natural ocupa uma área total de 3.789 km².

Como chegar

O Aeroporto Regional do Cariri – Orlando Bezerra de Menezes, fica em Juazeiro do Norte e recebe voos comerciais diretos e diários partindo de Brasília, Recife, Fortaleza e São Paulo. Para trafegar entre as cidades de Cariri é necessário seguir uma rota, partindo do triângulo em Juazeiro do Norte: para um lado, Juazeiro do Norte (e demais cidades, como Caririaçu), para o outro, Barbalha e Missão Velha, e para o terceiro lado, Crato, Exu, Nova Olinda, Santana do Cariri, Assaré e Potengi.

Para circular pela Chapada do Araripe, o ideal é alugar um carro, para maior comodidade. Assim você poderá curtir o passeio com maior liberdade.

O que fazer em Chapada do Araripe

Tome nota das atrações mais imperdíveis da Chapada do Araripe, que deixarão o seu roteiro de viagem ainda mais completo:

1. Geossítio da Colina do Horto

A Colina do Horto fica a 3 km de Juazeiro do Norte, e oferece uma experiência religiosa com uma belíssima vista natural. Você conhecerá a estátua de 27 metros do Padre Cícero, construída em 1969, a Igreja do Senhor Bom Jesus do Horto, o Museu Vivo do Padre Cícero, e a trilha de acesso ao Santo Sepulcro, o túmulo de um dos beatos do homenageado. O acesso à estátua funciona diariamente, das 4h às 21h, e do museu das 8h às 18h.

2. Geossítio Pontal da Santa Cruz

A 4 km de Santana do Cariri está o Pontal da Santa Cruz, e sua plataforma de observação com uma vista de tirar o fôlego, que funciona de terça-feira a domingo, de 11h às 17h. O local ainda conta com uma capela construída no século XX, e um restaurante no topo da chapada. O local também funciona em feriados de segundas-feiras e em eventos sazonais.

Publicidade

3. Cachoeira de Missão Velha

Os 12 metros de queda d’água da Cachoeira de Missão Velha fica a 3 km da cidade homônima, e já foi moradia de povos indígenas no período pré-histórico – você encontrará diversas ruínas de construções daquele período durante a sua visita. O local também é um marco para a história da região, já que era um dos únicos pontos de água constante durante todo o ano do estado.

4. Geossítio Riacho do Meio

Riacho do Meio fica a 7 km da cidade de Barbalha, e possui trilhas ecológicas em meio a uma área de preservação de fauna e flora da região. Além das bicas d’água, você também encontrará a Pedra do Morcego, um antigo refúgio de cangaceiros que se denominavam como Bando dos Marcelinos. Aproveite o passeio para se conectar com a natureza e registrar cada cantinho verde que te inspirar.

5. Geossítio Ponte de Pedra

Com uma formação rochosa em formato de ponte, este geossítio já facilitou muito o deslocamento dos antigos povos que viviam naquela região. Nas proximidades você ainda encontra vestígios arqueológicos pré-históricos, como material lítico, cerâmicas e pinturas rupestres. Para encontrar esta atração, basta se deslocar a 9 km de Nova Olinda, precisamente no Sítio Olho D’água de Santa Bárbara, entre as rodovias CE-292 e CE- 494.

Todas as atrações da Chapada do Araripe podem ser visitadas em um caprichado final de semana. Aproveite cada segundo e não esqueça de registrar todos os ângulos possíveis.

Dicas e informação importante para aproveitar melhor sua viagem

Tome nota das informações mais importantes sobre o destino, para que sua estadia seja um sucesso:

  • Na mala: garanta roupas leves e fresquinhas em sua bagagem para curtir a Chapada do Araripe. Não se esqueça também do protetor solar, repelente, roupa de banho e tênis antiderrapante.
  • Visitas: os geossítios não necessitam de agendamento prévio para serem visitados, e é possível conferir cada um deles separadamente. Mas para melhor aproveitamento e imersão na história de cada local, o ideal é contar com a companhia de um guia.
  • Guias: o Geopark Araripe possui parceria com diversos guias especializados, que podem ser contratados no site oficial da atração. Somente esta contratação é paga – o acesso aos geossítios são gratuitos.
  • Hospedagens: Juazeiro do Norte e Crato são os locais com maior fluxo de pessoas, e portanto, oferecem a melhor estrutura para receber os turistas, com maior número de opções de hospedagens, restaurantes, entre outros.
  • Atrativos: a Chapada do Araripe é um destino bastante procurado por ciclistas e trilheiros, dos mais experientes até iniciantes. Há guias ciclísticos profissionais nas agências especializadas que podem auxiliar o passeio com mais segurança e conforto.

Tomou nota de todas as dicas? Assim você poderá curtir melhor a Chapada do Araripe e voltar com a bagagem cheia de histórias para contar.

Curiosidades sobre a Chapada do Araripe para o seu conhecimento

Conheça mais da Chapada do Araripe e toda a sua história, transformando esse destino não só em uma atração ecoturística, mas também uma verdadeira experiência cultural:

  • A Chapada do Araripe possui 178 km de extensão e 1000 metros de altitude, abrangendo os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí.
  • O Geopark Araripe é a área acessível aos turistas, e abriga 9 sítios paleontológicos, com os fósseis mais antigos do planeta.
  • Na Chapada do Araripe é possível conhecer os antigos percursos trilhados pelos índios Kariri e dos cangaceiros da época de Lampião. Uma verdadeira aula de história local.
  • A formação geológica da Chapada do Araripe surgiu ainda no período Cretáceo, e considerado o primeiro registro desta categoria no Brasil.
  • As rochas da Chapada do Araripe possuem mais de 110 milhões de anos, conservando essências biológicas da fauna e flora da época, tornando-se uma região ideal para estudo paleontológico desde o seu descobrimento.
  • De todos os fósseis de pterossauros já encontrados em todo mundo, um terço desses exemplares estavam na Chapada do Araripe. E para representar esta fatia importante, a região abriga um parque a 4 km de Santana do Cariri com réplicas artísticas dos répteis voadores com mais de 5 metros de envergadura.

Para quem não abre mão de uma boa aventura histórica, a Chapada do Araripe é um prato cheio para esse estilo de viagem recheado de conhecimento.

Onde se hospedar

As opções a seguir estão disponíveis nas duas cidades mais movimentadas próximas a Chapada: Crato e Juazeiro do Norte:

Publicidade

  • Pousada e Pensionato Dona Rosa – $$: essa hospedagem fica na região central de Crato e é muito procurada por casais. Bom custo benefício, decoração simples, acomodações completas com ar condicionado, armários, TV e frigobar.
  • Hotel Encosta da Serra – $$$: o hotel conta com instalações espaçosas, 3 piscinas, decoração rústica e café da manhã gratuito. Tudo a 4 km do centro de Crato.
  • Ibis Juazeiro do Norte – $$$: com decoração sofisticada e estrutura completa, o hotel oferece quartos com cancelamento gratuito, café da manhã incluído na diária e boa localização em Juazeiro do Norte.

A Chapada do Araripe reserva atividades que exigem energia e boa disposição. Portanto, escolha a hospedagem que garantirá seu conforto e descanso durante a sua estadia.

10 fotos encantadoras de Chapada do Araripe para te inspirar

Confira os cliques mais caprichados da Chapada do Araripe e publicados no Instagram, que promete te arrancar suspiros e aumentar a sua ansiedade para viajar:

1. A Chapada do Araripe oferece atrações religiosas

2. E também naturais, em meio à fauna e a flora

3. Espia só esta incrível paisagem

4. Que pode ser vista de diversos mirantes da Chapada

5. A imensidão verde de Araripe é de tirar o fôlego

6. E um verdadeiro convite para desbravar cada canto permitido

7. Você poderá se refrescar nas quedas d’água

8. E se deliciar a cada caminhada

9. Seja praticando esportes radicais

10. Ou curtindo a viagem em 4 rodas

A Chapada do Araripe encherá seus olhos com belos cenários naturais – não deixe de registrar cada pedacinho deste paraíso.

Um pouquinho da Chapada do Araripe em vídeos

Confira os registros audiovisuais de quem já passou pela Chapada do Araripe e se deslumbrou com toda a sua beleza:

Publicidade

Chapada do Araripe – Crato

Apresentado por um morador da região, este vídeo te mostrará a Floresta de Araripe na região de Crato, e todas as informações históricas e culturais da área.

O que fazer no Cariri

Neste diário de viagem você conhecerá os principais pontos turísticos de Cariri, na Chapada do Araripe, e dicas de restaurantes, lojas, entre outros pontos comerciais da região.

Trilhando a Chapada do Araripe

Esse vlog registrado por dois trilheiros te levará para o meio da floresta, onde você será apresentado aos biomas de Araripe. Anote todas as dicas, porque serão superválidas!

Chapada do Araripe vista de cima

Confira um belíssimo registro aéreo, realizado com um drone, de toda a Chapada do Araripe – acredite, as imagens são de arrancar suspiros!

Se o seu perfil de viajante é essa mistura de história + natureza como a Chapada do Araripe, também gostará de conhecer as belezas e encantos do Ubajara, no Ceará.