10 coisas legais para fazer em Bariloche em sua primeira viagem à cidade

Escrito por Débora Silva

San Carlos de Bariloche, mais conhecida simplesmente por Bariloche, já é bastante conhecido dos brasileiros há muito tempo. Não é por acaso que alguns a apelidam de “Brasiloche”. Localizada ao sudoeste da província de Río Negro, junto à cordilheira dos Andes, a cidade mais povoada dos Andes Patagônicos se encontra no meio do Parque Nacional Nahuel Huapi, rodeada por paisagens inacreditáveis, como lagos, bosques e montanhas.

Bariloche é comumente associada à prática do esqui, no entanto, é possível desfrutar de suas belezas naturais em qualquer época do ano. Se você está pensando em ir a Bariloche, seja no inverno ou no verão, confira a nossa lista de coisas legais para fazer nessa incrível cidade.

1. Passear pelo Centro Cívico

Caminhar pelo Centro Cívico de Bariloche é um dos melhores passeios a se fazer na cidade. Ao redor de uma praça está um conjunto de prédios com características arquitetônicas semelhantes às encontradas nas regiões montanhosas da Europa.

No Centro Cívico estão o Museu da Patagônia, a biblioteca Sarmiento, a bandeira argentina, o monumento a Julio Rocha e edifícios governamentais como a polícia local, a prefeitura e os correios.

À noite, é possível que esteja acontecendo algum espetáculo na praça. A partir do Centro Cívico temos uma belíssima vista do lago Nahuel Huapi.

2. Voltar cheio de compras da Calle Mitre

É na rua Mitre que você encontrará boa parte das lojas, bancos, casas de câmbio, agências turísticas e supermercados.

As lojas de chocolate merecem uma visita bem demorada! São vários estabelecimentos que produzem chocolate de altíssima qualidade, de todos os formatos e combinações possíveis. Vale a pena dar uma conferida nos produtos das lojas Rapa Nui, Mamuschka, Abuela Goye e Del Turista.

3. Suspirar com a vista em 360° do Cerro Campanário

Débora Silva

Débora Silva

A vista do Cerro Campanário foi considerada pela revista National Geographic como uma das 7 melhores vistas do mundo. Dali é possível ter uma visão 360° do entorno da cidade. A paisagem é realmente impressionante!

Além do belíssimo lago Nahuel Huapi, é possível avisar vários cerros, a cidade de Bariloche, a península de San Pedro e o lago Perito Moreno. Do centro de Bariloche partem os ônibus que nos deixam até o pé do cerro, onde pegamos um teleférico para chegar lá no alto. No topo também há uma cafeteria com vista panorâmica.

4. Divertir-se com a família no Parque Piedras Blancas

Localizado a 5 km do centro de Bariloche, o Parque Piedras Blancas é ideal para uma viagem em família, pois conta com atividades muito divertidas para crianças e adultos.

O parque ocupa uma das faces do Cerro Otto e oferece atividades como esqui para iniciantes, safári fotográfico, esquibunda, tirolesa e teleféricos.

5. Divertir-se com a neve no Cerro Otto

O Cerro Otto oferece diversão na neve para as pessoas que não esquiam. Assim como nos outros cerros, a subida até o topo é feita com um teleférico. Mais uma bela vista dos arredores de Bariloche!

6. Deliciar-se com a culinária local

Além das incríveis lojas de chocolates, Bariloche também conta com ótimos restaurantes. No restaurante La Familia Weiss é possível deliciar-se com truta, salmão, fondue e pratos regionais, como o carneiro patagônico, cervo, javali e veado.

O Boliche de Alberto se destaca pelas “parrilladas”, prato típico nacional da Argentina e Uruguai. A parrillada pode ser considerada um jeito diferente de fazer churrasco, feito “a las brasas”, com diferentes miúdos do boi e tipos de linguiças e embutidos.

No Boliche de Alberto pastas são servidas as melhores massas. E, para os vegetarianos, há um restaurante chamado “El Vegetariano”.

7. Esquiar no Cerro Catedral

iStock

iStock

O Cerro Catedral é o maior centro de esqui da América do Sul. Cercado por uma paisagem fantástica, conta com uma incrível infraestrutura para a prática de esportes de inverno.

O cerro também possui uma grande variedade de restaurantes, hotéis e lojas. Também são realizadas algumas atividades durante o verão.

8. Viver uma experiência única no Cerro Tronador e Glaciar Negro

O passeio ao Cerro Tronador e arredores apresenta uma paisagem deslumbrante. A excursão dura o dia inteiro e pode ser feita com agências.

O Cerro Tronador pertence à Argentina e ao Chile e conta com lagos, praias, bosques e outras paisagens. Dentre os fenômenos raros da região está o Ventisquero Negro, uma geleira que nasce no cume do Tronador, mas é escuro, pois é formado por gelo e barro.

Este passeio é indicado para os dias de verão.

9. Ir até San Martín de los Andes pelo Camino de los 7 lagos

Débora Silva

Débora Silva

Também vendido por agências, o passeio dos 7 lagos visita as cidades de Villa La Angostura e San Martín de los Andes. Quem for a Bariloche com mais tempo pode aproveitar para conhecer os belíssimos sete lagos e bosques do caminho, além das cores incríveis.

Este é um passeio que dá uma boa noção da imensa variedade de paisagens deslumbrantes da região.

10. Passear de catamarã até a Isla Victoria e conhecer o Bosque de Arrayanes

A excursão lacustre em catamarã vai até a Isla Victoria e Bosque de Arrayanes, único bosque deste tipo existente no mundo. O embarque é feito em Puerto Pañuelo e a navegação é feita entre pequenas ilhas até chegar à Península de Quetrihue.

A Isla Victoria é a maior do lago Nahuel Huapi e abriga diversas espécies de plantas, arbustos e sequoias. Já o Bosque de Arrayanes conta com belas árvores avermelhadas. É possível fazer uma caminhada guiada para conhecer a flora local e, durante o verão, é possível tomar um banho nas águas da praia Del Toro.

PARA VOCÊ