19 passeios imperdíveis para você fazer em Recife durante a sua viagem

Escrito por Douglas Ciriaco

Capital de Pernambuco e uma das cidades mais multiculturais do Brasil, Recife reúne no turismo a mesma diversidade que apresenta nas artes. Terra do frevo, do maracatu e do manguebeat, a cidade que fervilha história e cultura guarda uma série de atrativos bem interessantes para todos os gostos.

Desde a tradicional praia de Boa Viagem até ao charmoso e histórico Recife Antigo, passando por museus, bares, restaurantes, pátios e igrejas, a cidade ainda é palco de inúmeras manifestações culturais que resgatam a memória do povo nordestino e das grandes figuras pernambucanas da história. Está programando uma viagem à Manguetown? Então confira aqui alguns passeios imperdíveis para fazer por lá.

1. Recife Antigo

iStock

Quem vai ao Recife precisa passar pelo Recife Antigo — também conhecido como Bairro do Recife. Localizado no Centro Histórico da capital pernambucana, o bairro é um prato cheio para os apreciadores de história. Construções do período colonial, museus, praças e algumas das ruas e dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade estão lá.

Sua origem data da metade do século 16, quando um porto foi construído na região para auxiliar no escoamento do pau-brasil que era colhido por aqui. O lugar é bem conservado e reúne em si diversas atrações para além das ruas e prédios que você confere durante um passeio. O tempero cultural aqui passa pelos muros grafitados e também pela grande quantidade de museus na região.

2. Museu Cais do Sertão

Localizado no Recife Antigo, o Cais do Sertão é uma viagem pela história e pela cultura dos povos sertanejos. Desde os nativos do período pré-colombiano até os africanos que vieram para cá na condição de escravos, passando por boiadeiros e cangaceiros, o lugar dá ainda um destaque especial à vida de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

Interativo, o museu conta com diversos espaços para você saber mais sobre a história de ritmos tradicionais do nordeste brasileiro. Além disso, o Cais do Sertão traz uma representação do rio São Francisco, conta com painéis multimídia e salas que oferecem experiências únicas em contato com a obra de Gonzagão.

3. Paço do Frevo

Pernambuco é um dos mais prolíficos estados brasileiros quando o assunto é a produção musical. Um dos ritmos tradicionais do estado, o frevo é patrimônio imaterial da humanidade e conta com um espaço dedicado a contar a sua história, o Paço do Frevo.

Também localizado no Recife Antigo, o lugar é um museu tão colorido e chamativo quanto um cortejo de frevo descendo uma ladeira de Olinda. Lá, você tem contato com os artistas que eternizaram o gênero, além de poder conferir de perto um pouco da história deste que é um ritmo genuinamente pernambucano.

4. Torre Malakoff

Mais um atrativo do Recife Antigo, a Torre Malakoff está em pé desde a década de 1850. Ela foi construída para servir de observatório astronômico e portão do Arsenal da Marinha, mas funciona como espaço cultural desde 2000, recebendo apresentações de arte e exposições fotográficas em suas oito salas.

Além de um anfiteatro que também há na torre, um de seus principais atrativos é o terraço. De lá, é possível ter uma vista incrível de boa parte das cidades de Recife e Olinda. Apesar de não ser possível fazer todo o trajeto de elevador, a visão de lá de cima compensa o esforço de enfrentar os degraus.

5. Pátio de São Pedro

Uma imensa praça retangular cercada de construções do período colonial, com a imponente Concatedral de São Pedro dos Clérigos complementando a paisagem, este é o Pátio de São Pedro. Ali estão diversos bares e pontos de interesse, como o Memorial Chico Science e o Memorial Luiz Gonzaga.

Além dessa vida boêmia e cultural agitada, o Pátio de São Pedro costuma ser palco de uma série de apresentações musicais e artísticas, especialmente durante o carnaval multicultural de Recife.

6. Praça do Marco Zero

iStock

Continuando o passeio pelo Bairro do Recife, outro lugar obrigatório é a praça do Marco Zero. Oficialmente chamada de Praça Rio Branco, o espaço abriga o Marco Zero da capital pernambucana, com uma monumento indicando o local exato. De lá, é possível ter uma vista incrível do oceano Atlântico, dos arrecifes que cercam a região e também de esculturas criadas por Francisco Brennand.

Cercada de prédios do período colonial, a praça conta com um enorme mercado de artesanato e também é um ótimo palco para tirar fotos e para apreciar a paisagem. A região venta bastante, o que ajuda a amenizar o calor recifense.

7. Paço Alfândega

iStock

Antiga sede da Alfândega de Recife, o Paço Alfândega (construção amarela no canto da foto acima) é outro atrativo do Recife Antigo. Com uma estrutura pouco convencional para um shopping, ele conta com um ambiente aconchegante, poucas lojas e pode ser um espaço ideal para fazer uma refeição ou para se aliviar do calor durante uma caminhada pela região.

Apesar de tudo isso, a grande atração aqui é o terraço. Ele fica sempre aberto ao público e oferece uma das vistas mais lindas da região histórica da capital pernambucana. De lá, é possível admirar o tradicional rio Capibaribe e as várias pontes que se estendem sobre ele, alguns dos principais cartões-postais de Recife.

8. Rios e pontes

iStock

Por falar neles, os rios e as pontes que povoam o Recife Antigo são, por si só, atrativos bastante especiais para o turista. Ali é possível encontrar a ponte mais antiga das Américas, cujo projeto inicial data de 1630 e foi ordenado pessoalmente por Maurício de Nassau — atualmente, a ponte leva o seu nome.

Inaugurada em 1643, ela foi ampliada a partir de 1917 e hoje é uma estrutura moderna e segura pela qual transitam milhares de recifenses e visitantes todos os dias. Dependendo de onde você está, apreciar a vista das pontes ou mesmo realizar um passeio de catamarã pode ser uma ótima forma de aproveitar a cidade.

9. Igreja da Madre Deus

Localizada ao lado do Paço Alfândega, a Igreja da Madre de Deus é um dos mais importantes templos católicos da região. De estilo colonial, ela foi concluída em 1720, período no qual a Congregação do Oratório de São Filipe Néri contava com bastante prestígio na cidade.

Reformada desde a década de 1970, quando foi atingida por um incêndio, o local ainda mantém intactas a beleza e a imponência da época de sua inauguração. Seus principais destaques ficam por conta do belíssimo interior e da fachada composta por esculturas feitas com pedras dos arrecifes.

10. Capela Dourada

Outro destino imperdível na região do Recife Antigo é a Capela Dourada, um belíssimo templo localizado na Rua do Imperador. Também conhecida como Capela dos Noviços, ela tem estilo barroco-rococó e pertence à Ordem Terceira de São Francisco de Chagas.

Inaugurada em 1967, ela não leva o nome que tem à toa. Isso porque está repleta de ouro e jacarandá, sendo um exemplar clássico da ostentação e do poder da Igreja Católica. Uma visita pelos ambientes do templo é uma viagem banhada de arte ao passado.

11. Rua da Aurora

iStock

Ladeando o rio Capibaribe e primeira rua alcançada por quem vem do Recife Antigo para os bairros de Boa Vista e Santo Amaro, a Rua da Aurora é outro atrativo tradicional da cidade. Lá estão construções do período colonial e vistas belíssimas a qualquer hora do dia — à noite, a iluminação amarela deixa tudo com um charme especial.

Além de ser repleta de história, a Rua da Aurora chama atenção também por ser a primeira a receber os raios do Sol quando este se levanta no Oriente — daí o nome com que foi batizada. Enfim, mais uma atração quase obrigatória da cidade.

12. Casa de Cultura

Localizada na antiga Casa de Detenção de Recife, a Casa de Cultura abriga dezenas de pequenas lojas de artesanato. Com grande apelo junto aos turistas, o espaço reúne os mais diversos tipos de produtos, desde souvenirs básicos, como imãs de geladeira e enfeites, até roupas, quadros, livros e comidas.

O lugar é uma feira de artesanato permanente que funciona de segunda a segunda e, sem dúvida, é um destino bastante interessante para quem não quer voltar de Recife sem nenhuma lembrança.

13. Mercado São José

Um dos 24 mercados públicos de Recife, o Mercado São José é o mais conhecido de todos e o mais antigo do Brasil. Isso tudo faz dele também um destino quase obrigatório para quem busca um passeio para além do básico na cidade.

Em funcionamento desde 1875, ele conta com tudo o que um mercado como este deve oferecer. São 3.541 metros quadrados nos quais se organizam 545 boxes, oferecendo ao visitante inúmeros atrativos entre comidas típicas da região a preço acessível e também muito artesanato pernambucano e nordestino.

14. Instituto Ricardo Brennand

Funcionando em uma área imensa localizada no bairro da Várzea, em Recife, o Instituto Ricardo Brennand foi fundado pelo próprio Ricardo Brennand, colecionador e empresário pernambucano. O espaço abriga uma exposição permanente de armas medievais da coleção pessoal de Brennand, que fica abrigada em um castelo erguido no instituto.

Além disso, há no local um museu dedicado à documentação histórica de Pernambuco que retrata especialmente o período colonial e o chamado Brasil Holandês. Uma biblioteca com mais de 60 mil exemplares complementa as atrações do local, que conta ainda com lagos e bosques para agradar a vista do visitante.

15. Oficina de Cerâmica Francisco Brennand

Primo de Ricardo, Francisco Brennand é mais um expoente desta tradicional família pernambucana. A Oficina de Cerâmica que leva o seu nome reúne um jardim imenso e belíssimo projetado por Burle Marx no qual ele expõe parte de sua obra. Além disso, na parte de dentro, há mais uma série de esculturas do ceramista pernambucano.

O espaço funciona desde 1971 e está instalado nas ruínas da olaria fundada pelo pai de Francisco no início do século 20. Passar um tempo caminhando pelo jardim e contemplando as belezas criadas por Brennand é um passeio bem interessante para os admiradores das artes plásticas.

16. Sinagoga Kahal Zur Israel

A Rua do Bom Jesus é outra tradicional da região histórica de Recife e nela está a primeira sinagoga de todo o continente americano, o que dá uma ideia do quanto de história é possível encontrar por lá. Erguida na cidade durante o período de dominação holandesa, ela abriga hoje o Centro Judaico de Pernambuco.

Independentemente de suas convicções religiosas, visitar a sinagoga pode ser bastante interessante para conhecer e vivenciar um pouco da história da cidade, pois o lugar é um museu repleto de coisas para serem vistas.

17. Praia de Boa Viagem

iStock

Convenhamos que Recife não abriga as praias mais bonitas de Pernambuco, mas quem curte passar o dia na areia e quebrar algumas ondas conta com a tradicional praia de Boa Viagem. Localizada no bairro de mesmo nome, ela é a mais famosa da cidade e conta com uma ótima estrutura de bares e restaurantes para receber os visitantes.

O local é famoso também por casos de ataques de tubarões, mas não há muito com o que se preocupar. Tudo é bem sinalizado e basta prestar atenção nas placas espalhadas pelo corpo de bombeiros para evitar qualquer perigo. Além disso, evitar mergulhos quando a maré estiver cheia é uma boa pedida.

18. Parque Dona Lindu

Localizado na praia de Boa Viagem, o parque está instalado em uma área de 27,1 mil metros quadrados que pertencia à Aeronáutica. De todo este espaço,boa parte dele está coberto por grama, e basta somar a isso a brisa que vem do mar para você ter um cenário ideal para uma caminhada durante a tarde.

Além de servir como espaço para passar algumas horas do dia, o parque também conta com um palco no qual acontecem várias apresentações ao longo do ano. A agenda cultura do espaço é extensa e oferece ainda mais alternativas para quem visita a capital pernambucana.

19. Olinda

iStock

Recife e Olinda são cidades-irmãs que celebram aniversário no mesmo dia, 12 de março. Como uma está grudada à outra, o trajeto entre as duas localidades é simples de realizado tanto de carro quanto de ônibus. Assim, ir ao Recife é um convite à ir ao menos até o sítio histórico de Olinda.

Lá, o visitante encontra igrejas antigas, construções de estilo colonial e uma belíssima vista para o mar e para a cidade de Recife a partir do Alto da Sé. Feiras de comidas típicas e artesanato também não faltam na região, outro atrativo sempre interessante para os turistas.

Recife é um lugar incrível. Um marco para a cultura brasileira, a capital pernambucana oferece um universo de atrações em um só lugar. E o melhor de tudo é que a maioria destes passeios são gratuitos, então será possível poupar as suas economias enquanto você vê de perto uma parte significativa da história brasileira.

PARA VOCÊ