10 atividades para aproveitar Rio do Fogo ao melhor estilo nordestino

Um destino pouco procurado no Rio Grande do Norte, mas que atrai pela simplicidade, tranquilidade e atividades em paisagens únicas. Aqui, você vai visitar parrachos, passear de quadriciclo, mergulhar em lagoas, visitar praias e entrar no clima do nordeste brasileiro. Venha conhecer o Rio do Fogo, um paraíso escondido perto da capital Natal.

Publicidade

Índice do conteúdo:

Onde fica o Rio do Fogo

No litoral do Rio Grande do Norte está localizado o município de Rio do Fogo, distante a 72 km da capital Natal. Além disso, o destino está a 14 km de Touros, 34 km de Maracajaú e 40 km de São Miguel do Gostoso, destinos famosos na região.

Como chegar

A melhor maneira é pousar no aeroporto internacional de Natal e de lá, alugar um carro e pegar a estrada, a BR-101. Saiba que o deslocamento entre as praias e atrações da região pode ser feito por asfalto ou estrada de terra. Por fim, alugar um carro é a melhor opção, já que veículos por aplicativos e táxis são um pouco escassos na região.

O nome do local se deu por causa da povoação do Rio do Fogo, que começou por volta de 1870, quando familiares se instalaram ao redor do Rio Roxo. Ao anoitecer, os sertanejos viam círculos de fogo pela mata. Acreditando ser algo sobrenatural, a população passou a chamar a Lagoa de Lagoa do Fogo. Agora, veja as atividades deste paraíso.

O que fazer no Rio do Fogo

Agora que você já sabe como chegar, veja a seleção de pontos turísticos do Rio do Fogo e confira o que fazer para se divertir e relaxar por lá:

1. Parrachos de Rio do Fogo

Os parrachos são locais com recifes de corais, que formam piscinas naturais com paisagens incríveis. Por isso, os parrachos de Rio do Fogo, também conhecidos como Parrachos de Perobas, são as principais atrações do destino. As piscinas naturais são acessadas por meio de lanchas que partem da praia do Rio do Fogo em um passeio de 2 horas. O preço é de aproximadamente R$100 por pessoa. Contudo, é indicado você reservar com antecedência com os nativos que realizam o passeio até o paraíso.

2.Praia do Rio do Fogo

Praia que fica localizada mais ao centro da cidade. A estrutura é simples, mas um lugar ideal para relaxar. Uma dica é ficar um pouco mais distante dos barcos de pescadores atracados, pois tem menos movimento. Leve cadeira, guarda-sol e descanse nesse paraíso nordestino.

Publicidade

3.Praia de Zumbi

Localizada a 8 km do centro do Rio do Fogo, essa é uma das praias do município. Assim que chegar, o visitante é recebido por coqueiros que criam uma paisagem deslumbrante para relaxar e tirar lindas fotos. Contudo, não há muita estrutura, ou seja, você só vai encontrar alguns quiosques na alta temporada. Por fim, saiba que se você quiser ir até a praia pelo asfalto, você vai levar um pouco mais de tempo, aproximadamente 20 km.

4.Praia de Pititinga

Você pode optar por pegar uma estrada de terra ou asfalto para chegar até essa praia deserta, uma vila de pescadores que chama a atenção pela tranquilidade. É por aqui que está o Rio Guaxinim, mais uma opção para o visitante se refrescar do calor nordestino, e dunas para fotos incríveis. Por fim, saiba que a praia está distante a aproximadamente 20 km do centro de Rio do Fogo, mas faz parte do município.

5.Barra de Punaú

Está localizado na praia de Rio do Fogo e é a junção do mar com o rio Punaú, formando uma paisagem incrível que mistura o mar, dunas e coqueiros, uma verdadeira paisagem nordestina. Para acessar a Barra de Punaú, é preciso pagar já que faz parte do Punaú Praia Hotel. Aliás, o hotel oferece atividades como passeio de caiaque, quadriciclo, tirolesa, helicóptero e até o esquibunda pelas dunas da região. Não deixe de visitar.

6.Passeio de buggy ou quadriciclo

Como toda praia do nordeste, você vai encontrar locação de buggy ou quadriciclo na maior parte das praias de Rio do Fogo. Caso não encontre, situação que pode acontecer fora da temporada, o ideal é procurar uma agência que disponibiliza os veículos para locação. Na Praia do Rio do Fogo, o Punaú Praia Hotel é o que oferece a experiência. Ponha o pé no acelerador e desbrave as areias nessa experiência que está disponível nas três praias do município.

7.Lagoa da Cotia e Lagoa da Mutuca

As lagoas também fazem parte das atrações turísticas do Rio do Fogo. A da Cotia fica na estrada, próxima de Touros e próximo à margem, as águas são transparentes e com tom esverdeado. O acesso pode ser feito pela BR-101. Por fim, a da Mutuca está um pouco escondida, com acesso por estrada de terra e areia. Apesar das águas não serem transparentes como na outra, é um local para relaxar.

8.Lagoa do Catolé

A do Catolé é conhecida como o Jalapão do Rio Grande do Norte e o melhor acesso é através do restaurante Tao Paradise que criou uma estrutura para receber os visitantes com espaço para relaxar e se divertir. O restaurante está a 1 hora de carro de Rio do Fogo, na cidade de Pureza e o visitante paga um day use, além da consumação e locação de equipamentos.

9.Parque eólico

Seja pela estrada ou na praia, você vai avistar torres de energia eólica já que em Rio do Fogo está um dos maiores parques eólicos do Brasil. Não é possível chegar muito perto das torres já que há placas indicando o perigo de chegar muito próximo, mas as turbinas formam uma paisagem única no nordeste brasileiro.

10.Visitar Touros e São Miguel do Gostoso

Touros está distante, a 14 km de Rio do Fogo, e é chamada por muitos como a “esquina do Brasil” por estar localizada bem na curvatura do país. A praia mais famosa do município é de Perobas. Já São Miguel do Gostoso está a 40 km de Rio do Fogo e é conhecido pelas praias com águas esverdeadas e paisagens deslumbrantes.

Gostou de conhecer um pouco das atividades incríveis do destino? Não deixe de apreciar acrescentar algumas das atividades no seu roteiro e veja dicas para deixar sua viagem ainda mais completa.

Publicidade

Dicas e informações importantes

Por ser um destino ainda em desenvolvimento turisticamente, é importante conhecer algumas dicas para você não passar estresse por lá. Veja algumas abaixo:

  • Quando visitar: é calor o ano inteiro, porém março e agosto são os meses com muita chuva na região. Por isso, procure fugir dessas épocas. Porém, se você estiver pensando que no verão, alta temporada, será muito cheio, você está enganado. O local ainda não é tão famoso turisticamente, tornando um destino tranquilo, sem muita lotação.
  • Área de Proteção Ambiental: a costa do Rio do Fogo está na Área de Proteção Ambiental Recifes de Corais que pretende proteger esses locais conhecidos por possuir o mais diverso habitat marinho. Por isso, nos parrachos, as piscinas naturais, o acesso é limitado a uma quota diária.
  • Infraestrutura em desenvolvimento: a cidade em si é típica de interior. Então, não espere encontrar muitas opções de serviços por ali. Você pode encontrar alguns simples restaurantes e lojas da população local.
  • Parrachos de Maracajaú e do Rio do Fogo são diferentes: muitas pessoas confundem esses parrachos. Na verdade, os de Maracajaú estão mais próximos da capital Natal e possui mais profundidade. Já os do Rio do Fogo são rasos, dá até para sentar. Então, a vantagem de visitar esse último fica por conta da cor da água e a baixa lotação quando comparado com o de Maracajaú.
  • Estacionamentos: dificilmente você vai encontrar estrutura específicas para estacionamento. Por isso, você pode parar o carro nas ruas, em terrenos de nativos que criam vagas para estacionar e até mesmo na areia da praia. Contudo, fique atento à sinalização para saber onde é possível parar o veículo.

Depois dessas dicas, só falta escolher as hospedagens. Por isso, veja a seleção de hotéis a seguir e escolha o que mais combina com o seu perfil.

Onde se hospedar

As hospedagens em Rio do Fogo são tímidas, mas muitos visitantes optam por se hospedar em cidades próximas e fazer passeios pela cidade. Confira algumas opções abaixo:

  • Relais de Charme Pititinga – $: um Boutique Hotel localizado na praia de Pititinga que oferece quartos simples e piscina, ótimo custo-benefício.
  • Chalés no Zumbi Beach Resort – $$: Está localizado na Praia de Zumbi e ele é tipo um condomínio de casas. Muitos proprietários alugam os chalés pelo Booking ou pelo Airbnb. Vale a pena dar uma olhada como opção de hospedagem.
  • Punaú Praia Hotel – $$: uma das melhores opções no centro do Rio do Fogo, localizada de frente para a Barra de Punaú com atividades de ecoturismo e restaurante. Os quartos são chalés.
  • Siri Paraíso Hotel – $$$: hotel localizado na praia de Perobas, em Touros. Os quartos são simples, mas aconchegantes. A hospedagem é pé na areia e oferece toda estrutura para aproveitar o melhor da região.
  • Hotel Vila Galé Touros – $$$$: resort regime all inclusive localizado em Touros, município vizinho de Rio do Fogo. O hotel conta com piscinas, restaurantes e toda infraestrutura de um resort da rede Vila Galé.

Além disso, muitos turistas optam por se hospedar em São Miguel do Gostoso, que possui uma melhor infraestrutura hoteleira para todo o tipo de público.

Publicidade

10 fotos Rio do Fogo para incentivar a sua visita

Difícil escolher apenas uma paisagem para tirar foto nesse destino. Então, confira uma seleção de melhores clicks para você se encantar com o paraíso.

1. Chegue em Rio do Fogo e pegue uma lancha até os parrachos

2. Então, mergulhe pelas águas transparentes

3. Nos Parrachos, você vai encontrar barcos que servem drinks e vendem espetinho

4. Se entregue ao momento e aproveite a natureza das paisagens

5. Aproveite o melhor da sua hospedagem

6. Visite a praia mais famosa de Rio do Fogo, como a Praia Zumbi

7. Não deixe de passar na Lagoa Catolé, dentro do restaurante Tao Paradise

8. Passeie de quadriccilo ou buggy pela areia da praia

9. Além disso, a Barra de Punaú possui cenários únicos

10. Por fim, não deixe de apreciar o parque eólico da região, criando paisagens deslumbrantes

Gostou de conhecer esse destino pouco visitado no litoral nordestino? Agora, descubra as 15 melhores praias no Rio Grande do Norte para conhecer o litoral potiguar.