Serra da Capivara: um guia do surpreendente complexo arqueológico

Escrito por Sheila Almendros
Atualizado em 02.12.20

A unidade de conservação Parque Nacional Serra da Capivara foi criado para a proteção integral da natureza da região, e é um destino incrível para incluir em seu roteiro de viagem pelo Piauí, principalmente para os apaixonados por sítios pré-históricos. Aqui você conhecerá mais sobre o local e saberá como explorá-lo da melhor maneira:

Continua após o anúncio

Onde fica a Serra da Capivara

O Parque Nacional Serra da Capivara está localizado nos municípios de Canto do Buriti, Coronel José Dias, São João do Piauí e São Raimundo Nonato, formando a maior e mais antiga concentração de sítios pré-históricos do continente americano.

Como chegar à Serra da Capivara

Para quem chega de outro estado rumo ao Piauí, é necessário aterrizar em Teresina e pegar um outro vôo até o aeroporto de São Raimundo Nonato, município com uma boa infraestrutura turística e que faz fronteira com o parque. É possível também fazer o percurso de carro, mas são 500 km de distância entre a capital piauiense até o destino.

História da Serra da Capivara

Criado em 1979 para preservar vestígios arqueológicos de suma importância para a América do Sul, o Parque Nacional Serra da Capivara possui cerca de 600 sítios arqueológicos e mais de 35 mil pinturas rupestres de até 12 mil anos, representando os primeiros vestígios de vida daquela região. Somente 170 sítios são abertos a visitação, que só podem ser explorados na presença de um guia.

O que você precisa saber antes de ir

Confira as principais informações sobre o parque, para que sua viagem se torne mais organizada e completa:

  • Ingressos: a entrada do parque em si é gratuita, mas a contratação do guia, entre outras atividades, são pagas;
  • Horários: todos os dias, das 6h às 18h.
  • Guia: não é possível entrar no parque sem a presença de um guia. O ideal é contratar um profissional antecipadamente, e isso é possível no próprio hotel que você se hospedar.
  • Trilhas: as trilhas do parque são muito bem sinalizadas, de fácil acesso e podem ser exploradas em 2 dias, de maneira mais intensa, ou 4 dias, se você preferir passear calmamente.
  • Circuitos: os mais procurados são o Desfiladeiro da Capivara, a 18 km do centro da cidade, o Baixão da Pedra Furada, a 30 km, e o o sítio do Baixão da Pedra Furada, que possui iluminação especial para visitas noturnas (somente agendado com antecedência e pagamento à parte).
  • Melhor época: apesar de ser aberto para visitação durante todo o ano sem restrições, o melhor período para aproveitar o passeio é durante a seca, entre maio e outubro, que apesar de ser um período mais quente, não corre o risco de chover no dia do passeio.

Com as informações importantes em mãos, você poderá montar o seu roteiro pela Serra da Capivara com maior tranquilidade.

Turismo na Serra da Capivara

Confira as principais atrações disponíveis na Serra da Capivara e que não podem ficar de fora do seu roteiro de viagem:

1. Visita aos sítios arqueológicos e históricos

Esta é a principal atividade da Serra da Capivara, que pode ser feita no parque somente com a presença de um guia. A entrada é gratuita e somente o serviço do profissional credenciado é cobrada particularmente, e ele te conduzirá aos diversos circuitos, compostos pelos mais variados sítios. O acesso é rápido, oferece facilidades aos cadeirantes e há estacionamento próximo.

2. Museu da Natureza

De quarta a segunda, das 13h às 19h, aproveite para conhecer o Museu da Natureza, construído no meio de uma grande concentração de sítios arqueológicos. O local oferece uma viagem multissensorial, com uma exposição permanente mostrando a criação do universo e grande influência dos impactos climáticos em nossa fauna e flora. Os ingressos custam R$30, mas pagam meia os grupos a partir de 10 pessoas, menores de 12 anos, maiores de 60, estudantes, pessoas com deficiência e jovens de baixa renda entre 15 e 29 anos.

3. Trekking e caminhadas

Divirta-se nas inúmeras categorias de trekkings oferecidas pelo parque, desde as mais leves de 20 minutinhos, até as mais pesadas com duração entre 4 a 6 horas. Os locais mais recomendados para fazer a atividade é no Caldeirão dos Rodrigues, com 4 horas de caminhada ida e volta, a Trilha Interpretativa Hombu e a dos Maniçobeiros e Veadinhos azuis, ambas com nível médio de dificuldade.

4. Mirantes

Anote os nomes dos principais mirantes da Serra da Capivara que te arrancarão suspiros (e renderão lindíssimas fotos): Alto da Pedra Furada, Vista Panorâmica da Pedra Furada, Serrinha, Olho-d’agua da Serra Branca, Toca do Conflito e Mirante da BR-020. Há, ainda, outros mirantes distribuídos pelos circuitos, mas estes são os mais populares.

5. Baixão das Andorinhas

É neste conjunto de cânions que os andorinhões fazem seus voos rasantes em busca de abrigo, por volta das 17h. Além do fenômeno e da paisagem ruiniforme, se você estiver com sorte, ainda será possível avistar o voo plano dos uburus-rei, típicos moradores da região, que costumam aparecer por ali vez ou outra para dar o ar das graças. Aproveite para tirar muitas fotos.

6. Museu do Homem Americano

O acervo do Museu do Homem Americano mostra as evidências da ocupação pelos humanos, encontradas durante explorações na região. Conte com peças líticas, artigos de cerâmicas, esqueletos, entre outros objetos, além de um painel de pinturas rupestres apresentados em slides contínuos. Funciona de terça a domingo, das 9h às 17h, com ingressos a R$20 inteira, R$10 para estudantes e gratuito para maiores de 60 anos.

7. Cerâmica Serra da Capivara

A matéria-prima abundante da região da Serra da Capivara é a argila. E no estabelecimento homônimo, o material é transformado em cerâmica vitrificada de estilo japonês, que é decorada com motivos rupestres, pinturas essas encontradas no parque. Os artigos produzidos são distribuídos para grandes lojas, como Pão de Açúcar e Tok Stok, e você ainda pode garantir uma linda lembrança de sua viagem.

Ainda na Serra de Capivara é possível realizar o cicloturismo, com condutores especialistas no esporte, que oferecem passeios de nível leve ao pesado. O parque não oferece bicicletários, portanto, é necessário levar a própria bicicleta.

Vídeos sobre Serra da Capivara que aumentará sua vontade de viajar

Confira os registros, a seguir, que mostram um pouco mais da Serra da Capivara e tudo o que você não pode deixar passar batido durante a sua viagem:

Conheça a história da Serra da Capivara

Neste vídeo, você conhecerá mais da história do Parque Nacional da Serra da Capivara, os principais sítios arqueológicos, a produção de cerâmica na região, entre outras curiosidades de um dos destinos mais importantes do nosso país.

Trilha na Serra da Capivara e Museu do Homem Americano

O vlog mostra como é a estrutura das trilhas do parque e ainda possui trechos de explicações dos guias da região sobre os sítios arqueológicos da Serra da Capivara. O bônus fica por conta dos registros no interior do Museu do Homem Americano.

A experiência sensorial no Museu da Natureza

Os registros deste vídeo mostram o interior do Museu da Natureza e todos os seus encantos sensoriais e visuais. Aproveite para conhecer mais da atração e saber o que te espera durante a sua visita.

Tomou nota de todas as dicas? Com esses vídeos, certamente a organização de sua viagem será ainda mais completa.

10 fotos da Serra da Capivara que vão fazer você se apaixonar

Um registro fotográfico tem o poder de nos encantar ainda mais e eternizar os melhores momentos de uma viagem. Confira as imagens mais legais da Serra da Capivara, encontradas no Instagram, que prometem te fazer se apaixonar por este destino:

1. A Serra da Capivara reserva as melhores atrações arqueológicas

2. E promete te encantar de diferentes maneiras

3. O local possui uma infraestrutura completa

4. Para atender o visitante de forma bastante segura

5. Em todos os cantos, você encontrará cenários incríveis

6. E estruturas históricas de tirar o fôlego

7. Nos museus, há mais informações sobre o local

8. Assim como as pinturas rupestres cheias de referências de outros povos

9. O visual dos mirantes é de tirar o fôlego

10. E registrar cada momento eternizará essa viagem

Além da Serra da Capivara, o Piauí oferece inúmeras opções de turismo que merecem entrar para o roteiro, como Barra Grande.