Vale do Pati: descubra esse lugar incrível na Chapada Diamantina

Escrito por Liz Santana

Fazer a trilha para o Vale do Pati é o sonho de muitas pessoas que viajam para a Chapada Diamantina. Isso porque os desafios no trajeto são grandes, mas cada paisagem compensa a caminhada. Então, se você está partindo rumo a essa jornada, acompanhe as dicas que listamos nessa matéria para tornar a sua aventura mais segura!

Continua após o anúncio

Onde fica o Vale do Pati

O Vale do Pati fica localizado numa região ainda pouco desbravada da Chapada Diamantina. O percurso dura entre três e cinco dias e a única forma de chegar é a pé ou com a ajuda de animais, pois não existem estradas para transitar de carro. Por isso, você precisará da ajuda de um guia, pois o caminho possui algumas dificuldades.

Como chegar

Primeiramente, você pode ir pelo Bomba, no Vale do Capão, ou pelo Beco do Guiné, em Mucugê. Outra forma de chegar ao Vale do Pati é pela Ladeira do Império, em Andaraí, que também é o trajeto mais longo. No entanto, a maioria dos trilheiros preferem sair pelo Capão e Guiné, pois é possível chegar de carro até esses lugares.

O que você vai ver por lá

O caminho para o Vale do Pati é desafiador e cheio de paisagens naturais. Embora remota, existem famílias que vivem na região e hospedam os andarilhos em suas residências. As casas e refeições são bem simples, mas é o suficiente para recarregar as energias com uma boa noite de sono. Então, conheça as atrações do Vale do Pati:

1. Mirante do Pati

O Mirante do Pati é uma das melhores recompensas de fazer o trekking pelo Vale do Capão. Para chegar até o topo, você deverá passar pelas Gerais do Rio Preto e Gerais do Vieira, com toda a sua vegetação exuberante. Então, de lá do alto, você verá o Morro do Castelo, o Morro Branco e o Morro do Sobradinho. Sem dúvida, um dos locais mais fantásticos.

2. Cachoeira do Calixto

Se você vai ao Vale do Pati, não deixe de inserir o Vale do Calixto no seu roteiro. Partindo de Mucugê, o local é repleto de belezas nativas, entre elas a Cachoeira do Calixto, perfeita para tomar um banho relaxante. Enfim, no caminho você também conhecerá o rio Roncador e a Toca do Gaúcho, outras atrações da Chapada Diamantina.

3. Gerais do Vieira

Sem dúvidas, um dos caminhos mais lindos entre o Bomba, no Vale do Capão, e o Vale do Pati é o Gerais do Vieira. Essa trilha possui uma duração de 6 horas e permite ver as serras, montanhas e paredões à distância. Ao subir um pouco mais, podemos ver os Gerais – regiões altas e com serras pontiagudas -, que nos dão uma dimensão do tamanho dos dois vales.

4. Gerais do Rio Preto

Saindo do Vale do Capão, é possível chegar ao Vale do Pati passando por um córrego que nos leva até os Gerais do Rio Preto. Sendo assim, esse local possui uma distância de 100 metros seguindo pelos Gerais do Vieira. Ou seja, essa seria mais uma opção para chegar ao Pati. Aliás, por esse caminho também é possível fazer paradas para tomar banho.

Continua após o anúncio

5. Morro do Castelo

Um dos maiores atrativos de quem vai para o Vale do Pati, o Morro do Castelo é um mirante que merece uma parada para contemplação. Para chegar até ele, você passará por um caminho íngreme, então esteja preparado para subidas e descidas. Aliás, você também passará por quedas d’água e pedras com musgo. Então, tenha cuidado e siga com um guia.

6. Cachoeirão por cima

Certamente, essa é uma das mais lindas vistas de que se pode desfrutar no Vale do Pati. Um dos passeios mais procurados por quem realiza trilhas na região, o Cachoeirão por cima permite ao visitante contemplar a natureza, os cânions e vales. Aliás, essa é uma das maiores cachoeiras de toda a Chapada, com cerca de 300 metros, e surpreende com a sua beleza.

7. Cachoeira dos Funis

Pense numa cachoeira perfeita e lembre dos Funis. Saindo de Mucugê, anda-se cerca de 5 km para chegar ao local. Embora a trilha não seja difícil, tenha cuidado sobretudo no início. A sua queda d’água é convidativa para um banho refrescante, principalmente no retorno da trilha. Portanto, se você estiver com aquele calorzão, não hesite em dar um mergulho nas águas geladas da cachoeira.

8. Morro Branco

Na sua trilha para o Pati, é possível visualizar a beleza de várias paisagens, entre elas o Morro Branco. Portanto, quando estiver na pequena vila no meio da trilha, pare para apreciar o morro que fica logo atrás da Igrejinha. E por falar nisso, conheça as iguarias locais, como o cuscuz, o pão caseiro, entre outras delícias feitas pelos moradores locais.

9. Igrejinha do Vale do Pati

Por fim, imagine-se caminhando numa trilha e, de repente, aparece uma igrejinha: existe uma igreja antiga no pequeno vilarejo, que hoje funciona como hospedagem. Por ser algo inusitado, muitas pessoas param para tirar fotos no local e aproveitar a paisagem. Aliás, na região é possível encontrar banheiros e outras estruturas fundamentais para você descansar antes de continuar o seu caminho.

O Vale do Pati é uma das melhores opções para quem acredita ter desbravado todas as regiões da Chapada Diamantina. Além de entrar em contato com a natureza na sua forma mais bruta, você conhecerá comunidades simples na região. Sem dúvidas, sua experiência mais fantástica na natureza!

O que você precisa saber antes de ir

  • Dificuldade: o nível de dificuldade das trilhas para o Vale do Pati pode variar de acordo com vários fatores, como as condições climáticas e o seu condicionamento físico. Então, esteja preparado, pois a caminhada costuma ser longa.
  • Guia: é muito importante que você tenha um guia especializado para ajudar você e seu grupo no trekking. Geralmente, as agências de turismo das cidades ou as pousadas costumam recomendar alguns guias. O valor por dia pode chegar a R$ 300 por pessoa.
  • Quantos dias ficar: a quantidade de dias vai depender muito do guia e do condicionamento físico das pessoas que estejam no seu grupo. Geralmente, essa trilha dura 5 dias, mas esse tempo pode variar com as diferentes rotas.
  • Onde ficar: inicialmente, você pode ficar num dos campings nas cidades que cercam o Vale do Pati, como Mucugê e Capão. No caminho, é possível se hospedar na casa de uma das famílias locais, como a de seu Miguel, Agnaldo e Dona Léia. As reservas custam cerca de R$ 100, com direito a alimentação.
  • Alimentação: as refeições podem ser feitas nas casas dos próprios moradores locais. Aliás, você poderá experimentar comidas deliciosas e simples preparadas na região.
  • O que levar: para levar, separe biscoitos, frutas, águas e outros itens leves. Em relação às vestimentas, leve roupas e calçados específicos para caminhadas longas, chapéus e protetor solar. Não deixe de levar também seus itens pessoais numa mochila especial, para tomar banho no caminho.

Não importa quanto tempo você levará até chegar ao Vale do Pati: o importante é que tenha em mãos todos os equipamentos necessários para a sua segurança. Por fim, converse com pessoas que já foram ao local antes de montar o seu roteiro.

Vídeos com dicas para chegar ao Vale do Pati

Listamos vídeos de trilheiros com informações fundamentais sobre esse destino tão sonhado por quem ama aventuras. Confira:

Vale do Pati saindo do Vale do Capão

Você poderá iniciar a sua trilha para o Pati partindo do Vale do Capão. Por isso, confira dicas nesse vídeo e veja também imagens incríveis.

Conheça o destino a partir do Povoado de Guiné

Nesse vídeo, você conhecerá outra forma de chegar ao Vale do Pati, que é saindo do Povoado de Guiné. Então, confira todas as informações dos visitantes.

Surpresas do Vale do Pati

Se você está indo para esse destino, veja dicas fundamentais de segurança e das trilhas, entre outras informações.

Um pulo na Cachoeira dos Funis e no Morro do Castelo

Aqui, você verá imagens dos principais pontos turísticos do Vale do Pati, que são bastante visitados pelos turistas que se aventuram nessa jornada.

Agora, é só arrumar as malas e partir para essa aventura que será uma das melhores experiências da sua vida. Não deixe de entrar em contato com um guia de confiança para garantir sua segurança, principalmente se for a sua primeira vez no local.

14 fotos encantadoras da região do Vale do Pati

Vamos ver as fotos mais lindas tiradas pelos turistas que estiveram nessa região da Chapada Diamantina? Olha só:

1. Pronto para admirar lindas paisagens no Vale do Pati?

2. Esse é o destino perfeito

3. Para os aventureiros que amam trekkings

4. Contato com a natureza

5. E experiências inesquecíveis

6. Para chegar, vá ao Beco do Guiné

7. Ou se aventure pela Ladeira do Império

8. Você irá encontrar uma natureza quase intocada

9. Lindas cachoeiras

10. Montanhas perfeitas

11. E paisagens maravilhosas

12. Lugares lindos para fotos incríveis

13. O Vale do Pati é realmente um lugar encantador

14. Para apreciar e se encontrar consigo mesmo!

Ficou apaixonado pelo Vale do Pati? Esse paraíso natural encanta todos os visitantes. E já que você está bem pertinho, conheça também Mucugê e descubra cachoeiras e trilhas perfeitas para relaxar, descansar e tornar sua experiência inesquecível.