Parque Güell: a mistura perfeita de natureza e arte em Barcelona

Por                                
Em 13.12.20

O Parque Güell é uma das melhores atrações para se conhecer em Barcelona. O local é considerado Patrimônio Mundial da Unesco e conta com um projeto assinado por um dos arquitetos mais famosos da cidade espanhola, Antonio Gaudí. Com inúmeras belezas, muita natureza e belas e coloridas obras de arte para que os visitantes aproveitem durante suas trilhas.

Publicidade

Índice do conteúdo:

Onde fica o Parque Güell

Localizado em Barcelona, o Parque Güell está no Carrer d’Olot, s/n, na região do bairro de Gracià, o mais alto da cidade. Ele fica espalhado pela encosta do Monte Carmelo, com seus 20 hectares dividido entre a área verde e as trilhas feitas especialmente para caminhada na linda encosta. Uma característica para prestar atenção ao se movimentar pela região é que o Monte Carmelo fica mais afastado do centro de Barcelona.

Como ir ao Parque Güell

A melhor forma de chegar ao Parque Güell é ir de transporte público, pois assim o turista não fica preso no transito que já é característico de Barcelona. Uma ótima opção é o metrô, pela Linha 3 até a Estação Lesseps. Já de ônibus, é possível usar diferentes linhas. É só pegar um desses ônibus: 24, 31, 32, 74, 92 ou 112 e parar em frente ao parque.

História do Parque Güell

Construído no início do século XX, o Parque Güell foi idealizado pelo arquiteto modernista Antonio Gaudí. A construção foi um empreendimento pago pelo rico empresário Eusebi Güell, como um local privado que serviria como um complexo imobiliário. Mas como a área ficava muito longe do centro de Barcelona, o projeto acabou sendo transformado em um parque da cidade em 1922.

Desde então, o Güell se tornou uma das principais atrações da cidade, cheia de simbolismos e obras de arte. Além disso, é tida em toda a Espanha como um dos maiores exemplos da fase naturalista do famoso arquiteto espanhol. Desde 1984, o parque é considerado Patrimônio Mundial da Unesco e guarda algumas das melhores vistas da cidade, muita arte e com administração exclusiva da cidade de Barcelona.

O que você precisa saber antes de ir

Como essa é uma área enorme e que é muito visitada em Barcelona, é preciso ficar atento a alguns detalhes antes da sua viagem. Confira abaixo as principais informações e características do Parque Güell:

  • Gratuidade: com duas partes diferentes, o Parque Güell conta com uma área na qual é possível aproveitar sem pagar nada.
  • Entrada: para a parte paga do parque, a entrada para adultos custa 10 €. Já para crianças de 7 a 12 anos, idosos e pessoas com mobilidade reduzida, o ingresso custa 7 € . Crianças menores de seis anos têm entrada gratuita.
  • Visita guiada: quem deseja conhecer a área e sua história com especialistas, há o serviço de visita com um guia, que custa cerca de 24 €.
  • Tickets pela internet: a melhor forma de garantir que você não vai ficar na fila para comprar os ingressos é fazer isso antecipadamente pela internet. Além disso, dessa forma é possível conseguir descontos.
  • Horário de Funcionamento: o Parque Güell altera os seus horários pela temporada. Na alta temporada, entre maio e agosto, fica aberto das 8h às 21h30. Entre agosto e outubro, das 8h às 20h30 e entre novembro e abril, das 8 às 20h.
  • Melhor dia para visitar: tente ir durante a semana, se possível, porque esse é um ponto turístico muito visitado em Barcelona e está sempre cheio.
  • Roupas: como uma das atividades mais realizadas no Parque Güell é a caminhada, é bom lembrar de ir com roupas confortáveis e com sapatos que sejam apropriados para o exercício.

Não deixe de levar essas informações e dicas na hora de planejar a sua viagem. Assim, você consegue garantir uma viagem tranquila. Além disso, essa é a melhor forma de garantir também a segurança, já que muitas partes se assemelham ao ecoturismo.

Publicidade

O que fazer no Parque Güell

Com cerca de 20 hectares e duas áreas distintas – uma paga e uma pública –, o Parque Güell reserva diversas e belas atrações para que os turistas possam aproveitar. Algumas delas são tradicionais na região e podem exigir um pouco mais de fôlego, já que adentra o Monte Carmelo. No entanto, também há opções para quem gostaria de apenas curtir a arte e as belezas naturais da região. Confira:

1. Monte Carmelo

Sendo o Parque Güell localizado no Monte Carmelo, uma das primeiras atrações a qual os turistas podem aproveitar é o próprio Monte. O local é lindo, cheio de árvores e belezas naturais para serem observadas. A área verde também garante uma grande proximidade com a natureza, com muita flora e belíssimas rochas espalhadas pelos quase 20 hectares. As partes mais altas do Monte Carmelo também reserva lindas paisagens de Barcelona.

2. Trilhas

Para quem curte fazer ecoturismo, caminhas pelas trilhas do Parque Güell é uma das melhores escolhas. Além de conhecer em detalhes a natureza local, essa também é uma ótima forma de conhecer algumas das principais paisagens do parque, incluindo as suas obras de arte. Mas a maior parte das trilhas ficam na parte gratuita, os caminhos que estão na área paga é preciso seguir após a entrada.

3. Caminho do Rosário

Ainda dentro da área livre desse ponto turístico, o Caminho do Rosário é um dos principais para quem quer aproveitar um pouco da arte simbolista ao mesmo tempo em que conhece a natureza local. O caminho é demarcado por diversas esferas de pedra que se assemelham a contas de um rosário, de onde origina o seu nome. Além disso, esse é um percurso relativamente fácil de seguir.

4. Turó de les Tres Creus

Para quem não tem medo de altura, a Turó de les Tres Creus (Calvário das Três Cruzes) é uma atração imperdível. Localizada na parte mais alta do parque e do Monte Carmelo, essa é outra atração gratuita que garante uma paisagem incrível. Outro ponto importante é que o caminho é um pouco difícil, mas o esforço vale a pena, como os visitantes percebem ao chegar na construção de pedras rústicas.

5. Casa Museu Gaudí

Outra forma de conhecer a história desse lindo local é a Casa Museu Gaudí, que fica localizada na parte gratuita do Parque Güell, mas que conta com ingresso próprio, que custa 5,50 €. Nele, é possível conhecer um pouco mais da vida e das obras do criador do parque, que chegou a morar nessa casa por quase vinte anos, além de suas obras, que enfeitam o local.

6. Área Monumental

A Área Monumental é a principal atração do Parque Güell e é também a entrada da parte paga desse ponto turístico. Ela se estende por uma grande parte do parque, cerca de 8%. Logo em seu início já é possível ver algumas das obras de arte que são a marca registrada da região, todas muito coloridas e belas. Além disso, a área também inclui o caminho para diversas outras atrações.

7. Gran Plaça Circular

Um dos locais mais procurados entre as atrações da Área Monumental é a Gran Plaça Circular. A praça é murada e fica no que é considerado o centro do parque, a partir da qual todas as outras atrações se organizam e são acessíveis. Com um chão batido e um grande banco ondulado, a praça é enfeitada com diversos mosaicos coloridos e que se organizam em diferentes formas e símbolos.

8. Sala Hipòstila

Próxima a Gran Plaça Circular, a Sala Hipòstila é cercada por incríveis colunas de seis metros de altura. Além disso, em seu interior, a decoração segue o estilo dos mosaicos coloridos, cheios de monumentos de arte. Esse é um dos melhores locais para parar e observar a parte artística do Parque Güell com calma, além de aproveitar as belezas que ficam ao redor da Sala Hipòstila.

Publicidade

9. L’Escalinata del Drac

Outro local que é muito famoso entre os visitantes e turistas é a L’Escalnata del Drac, ou Escadaria Monumental, que como o nome implica, impressiona pela sua grandeza. No alto dos degraus sinuosos fica ainda a bela Salamandra, uma escultura revestida de mosaicos que é um dos locais mais procurados para se tirar fotos em todo o parque, além de ser um dos principais símbolos de Barcelona.

10. Casa do Guarda

Na entrada do Parque Güell ficam duas construções que muitos chamam de casas dos doces, por se assemelharem muito a uma invenção de desenho animado ou conto de fadas. Uma dessas construções é a Casa do Guarda, que no início tinha exatamente essa função, mas hoje abriga diversas exposições audiovisuais sobre a história do parque e da região. Com toda a certeza, vale a pena uma visita.

11. Loja do Parque Güell

Ao lado da Casa do Guarda fica uma casinha similar, mas que funciona como a Loja Oficial do parque. Nela é possível comprar lembrancinhas, além de réplicas das obras de arte que mais impressionam os visitantes. É um ótimo lugar para se perder observando a bela mercadoria, mas lembre-se que os preços podem ser um pouco altos e prepare-se para gastar um pouco.

Como é possível perceber, o Parque Güell é um local cheio de história, arte, arquitetura e muita natureza. Ou seja, é possível encontrar atrações para todos os gostos. Então avalie quais são os locais que chamaram a sua atenção e monte o seu próprio roteiro para aproveitar ao máximo esse local verdadeiramente mágico. É uma viagem deliciosa e imperdível.

Publicidade

15 fotos do Parque Güell para te convencer a fazer essa viagem

Com uma proximidade tão grande com a arte, além da exuberante natureza do Monte Carmelo, uma das principais atrações do Parque Güell é, na verdade, a sua beleza. Por isso, quem conhece se apaixona por esse local e se convence de que ele é realmente mágico. Abaixo você pode ver algumas das mais belas imagens desse lindo destino e já se preparar para a sua viagem. Confira:

1. Uma das principais atrações é o próprio Monte Carmelo e sua paisagem

2. Mas o complexo do Parque Güell é tão belo quanto a vista natural

3. E seu encanto está em cada detalhe do parque, que transborda arte e cor

4. Não há nenhuma parte desse parque que não esteja cheia de simbolismos

5. Além dos sinuosos movimentos de sua construção e seus monumentos têm

6. O Parque Güell muitas vezes parece o cenário de um filme de contos de fadas

7. E a sua história pode ser conferida na charmosa Casa Museu Gaudí

8. Assim como em suas paredes e coloridos monumentos espalhados pela área

9. A arte é a principal atração desse lugar, que em todo ponto encanta os visitantes

10. Inclusive em meio a natureza, como os monumentos da Turó de les Tres Creus

11. E a natureza também está presente em meio as esculturas dentro do parque

12. Além disso, muitas vezes a junção das duas parece embelezar ainda mais a área

13. Alguns locais ainda possuem uma vista privilegiada da beleza de toda a região

14. O Parque Güell parece o testemunho de outra época e cultura em Barcelona

15. E é impossível não se apaixonar por sua grandiosidade artística e arquitetônica

Não é de se admirar que o Parque Güell seja uma das principais atrações turísticas da cidade de Barcelona, não é mesmo? É um lugar realmente encantador. E, já que você vai estar na área, não deixe de aproveitar para conhecer também as outras atrações e o que fazer em Barcelona, que conta com belezas seculares.