14 passeios imperdíveis em Bogotá para fazer durante sua viagem

Escrito por Douglas Ciriaco

A capital da Colômbia está a 2.640 metros acima do nível do mar e fica localizada na região central do país sul-americano. Fundada oficialmente em 6 de agosto de 1538, a cidade tem uma população estimada de 9,5 milhões de habitantes, ocupando o posto de 38ª cidade mais populosa do planeta e quinta maior da América Latina.

Cada vez mais requisitada como destino turístico, Bogotá reserva inúmeras atrações para os seus visitantes. De uma vida noturna agitada a belíssimas praças e bons restaurantes, a cidade conta também com um clima ameno durante o ano todo, o que facilita em muito o aproveito a pé de suas belezas.

E se a sua ideia é viajar ao nosso vizinho, aqui vão algumas dicas para aproveitar ainda mais o seu passeio.

1. Subir o Cerro Monserrate

iStock

São 2.350 metros de caminhada se você quiser subir a pé, mas, se a ideia parece assustadora, fique tranquilo: há ainda as opções de realizar a subida de trem ou de teleférico. Assim, oferecendo diversas maneiras do viajante curtir a paisagem, é que se apresenta o Cerro Monserrate, um dos principais cartões-postais de Bogotá.

Do topo da montanha é possível ter uma vista privilegiada da capital colombiana a 3.152 metros acima do nível do mar — aproveite o mirante instalado lá em cima para curtir ainda mais. Além disso, lá existe uma igreja, erguida em 1640, e dois restaurantes instalados em casarões de estilo clássico.

2. Conhecer a Plaza de Bolívar

iStock

Simón Bolívar é uma figura ímpar na história da América do Sul, sendo o general articulador da independência de vários países desta parte do mundo, inclusive da Colômbia. Assim, nada mais justo do que homenageá-lo com a principal praça de Bogotá, localizada no centro da cidade.

Ao centro da praça, uma estátua do Libertador está presente em grande destaque. No local, você pode conferir os edifícios de estilo neoclássicos e também acompanhar uma série de atividades culturais gratuitas que sempre são realizadas por lá. De lá é possível chegar facilmente a outros pontos turísticos da cidade, outra característica que a torna indispensável.

3. Caminhar pelo bairro de La Candelaria

iStock

Berço da fundação de Bogotá, o bairro de La Candelaria é parada obrigatória para quem curte ambientes históricos e repletos de arte urbana. Esta charmosa região da cidade está repleta de atrações, com prédios históricos de estilo colonial que foram declarados patrimônio histórico do país.

O mais incrível aqui é a grande quantidade de atrações que podem ser visitadas gratuitamente. Os destaques ficam por conta da Casa de la Moneda, do Museo Botero, da belíssima construção do Santuário Nacional de Nuestra Señora del Carmen e do Centro Cultura Gabriel Garcia Márquez. Além disso, inúmeros grafittis espalhados pelos muros dão um toque ainda mais especial a tudo.

4. Visitar o Museu Botero

Sua ida à La Candelaria pode render visitas a muitos lugares, mas um dos indispensáveis ali é o Museo Botero. O pontapé inicial para a criação do museu foi a doação de obras de arte do próprio Fernando Botero, provavelmente o mais conhecido artista plástico colombiano.

Ao todo, a coleção do museu é composta por 123 obras de autoria do artista figurativista, que é um dos curadores da casa. Apesar de somente a produção recente — dos últimos 20 anos — estar em exposição, o Museo Botero é destino obrigatório para quem visita Bogotá.

5. Fazer o Bogota Grafitti Tour

iStock

Apreciadores de arte de rua também serão contemplados em Bogotá. Um dos passeios mais legais disponíveis na cidade é o Bogota Grafitti Tour, caminhada realizada a partir do bairro de La Candelaria guiada por artistas e outros profissionais ligados à cena local.

Uma das principais características da capital colombiana, a grande quantidade de grafittis espalhados pelos muros especialmente da região histórica é um ótimo atrativo que vem sendo explorado apenas nos últimos anos. Os passeios são guiados em inglês, mas agendamentos antecipados permitem realizar o trajeto com instruções em alemão ou espanhol.

6. Ir à Carrera 7 ao domingo

Mais um destaque imperdível de Bogotá, a Carrera 7 (se fala “carrera séptima”) é uma das principais vias da cidade. Com grande apelo histórico, cultural e empresarial, a rua que corta o município de norte a sul se torna ainda mais interessante aos domingos, quando fica fechada para veículos das 7h às 14h.

Assim, passear a pé ou de bicicleta se torna mais tranquilo e seguro, com o bônus de se trafegar diante de construções históricas e de vários artistas de ruas.

7. Conhecer o Museu do Ouro

iStock

Um dos maiores museus do ouro do mundo está aqui em nosso continente. O Musel del Oro foi fundado em 1939 e abriga artefatos do Patrimônio Histórico e Arqueológico Colombiano. Assim, uma visita ao local permite uma viagem pela história da Colômbia guiada por este metal precioso.

O acervo da casa mantida pelo Banco de la República é gigantesco e é bom reservar ao menos três horas do seu dia para conhecer tudo com calma. Ao todo, são mais de 34 mil objetos de ouro e outros 20 mil confeccionados em outros materiais, como cerâmica, tecidos e pedras preciosas.

8. Visitar o Museu Internacional da Esmeralda

Inaugurado em 2008, o Museo Internacional de la Esmeralda é o espaço onde os colombianos expõem um de seus produtos conhecidos: a esmeralda. Todo o processo de extração e lapidação da pedra preciosa é exposto aqui, inclusive com a possibilidade de visitar a reprodução de uma mina de verdade.

Ao todo, são mais de 3 mil objetos de esmeralda expostos em todo o museu. Além do acervo interessante, o museu fica instalado em um dos prédios mais icônicos da cidade, o Edifício Avianca.

9. Tomar café no Juan Valdez

Um dos cafés mais famosos do mundo e, sem dúvida, o mais famoso da Colômbia, o icônico Juan Valdez conta com uma rede própria de cafeterias. Dada o valor cultural do personagem criado para representar a forte produção de café colombiana, procurar uma das várias filiais da rede é indispensável para quem vai até Bogotá.

Em termos de comparação, é possível chamar a Juan Valdez Café de “Starbucks latina”, dado o seu sucesso. Como você deve imaginar, o local não serve apenas diversos tipos de café, mas também bebidas especiais preparadas com ele e diversos quitutes para você se deliciar.

10. Curtir na Zona T

Uma rua com o formato de um “T” onde os carros não chegam reúne bares e restaurantes dos mais variados. Além desta parte etílica e gastronômica, há ainda uma série de lojas que você pode visitar em um passeio durante o dia. Se a ideia é um agito ainda maior, à noite as discotecas ganham espaço e você, ainda mais opções para se divertir.

A Zona T, que fica localizada na Zona Rosa, conta ainda com hotéis que podem ser uma ótima opção de hospedagem para quem quer ficar perto de onde tudo acontece.

11. Comer e se divertir no Andrés Carne de Rés

Mistura de balada e restaurante, o Andrés Carne de Rés chama atenção não somente pela animação, mas também pela decoração. Localizado também na Zona Rosa, o ambiente é um dos mais conhecidos de toda a Bogotá, daqueles cuja visitação se torna quase obrigatória por qualquer um que visita a cidade.

Além dos comes e bebes, inúmeras peças usadas na decoração também podem ser adquiridas pelos turistas. Esse ambiente pitoresco cria um lugar aconchegante e divertido que serve a quase todos os gostos.

12. Comprar na feira em Usaquén

É fã de antiguidades e quinquilharias em geral? Pois então não deixe de conferir a Feira de Usáquen, que acontece todos os domingos desde o início da década passada. Lá é possível encontrar peças variadas de vestuário, artesanato e antiguidades, com tudo embalado pela presença sempre alegre de músicos de rua.

Para se alimentar ou beber alguma coisa, alternativas não faltam: a feira é rodeada de bares e restaurantes que oferecem opções diversas para o visitante. Para além da feira, todo o charmoso bairro de Usáquen acaba sendo uma opção interessante para uma caminhada.

13. Visitar a Catedral de Sal em Zipaquirá

Localizada na Savana de Bogotá, a incrível Catedral de Sal em Zipaquirá é uma catedral erguida dentro de uma mina de sal. Dada as suas características únicas, ela possui enorme valor não só religioso, mas também cultural e ecológico para os colombianos.

Como a igreja está presente dentro do complexo cultural Parque do Sal, é possível aproveitar o passeio para conferir também todas as atrações desenvolvidas em prol da mineração e da geologia da região.

14. Ir ao Museu do Espaço

Os entusiastas de astronomia não podem deixar de visitar o Planetário Distrital, localizado no centro de Bogotá, que abriga o Museu do Espaço. Criado em 1969, ele foi restaurado e reinaugurado em 2013, atraindo a atenção de estudiosos e interessados na observação de estrelas e planetas.

O grande destaque aqui fica por conta o projeto óptico mecânico capaz de projetar vídeos na cúpula do planetário em uma tela de 25 metros de diâmetro. Ao todo, o espaço ocupa 650 metros quadrados e está dividido em cinco salas com 35 experiências visuais únicas.

Bogotá é, sem dúvida, um dos destinos mais interessantes quando se pensa em grandes cidades sul-americanas. Agora você tem mais 14 motivos para conhecer a capital colombiana.

PARA VOCÊ