Agradável ao olhos e ouvidos: conheça Viena, a capital da música

Segurança, infraestrutura, cultura e entretenimento fazem de Viena a melhor cidade do mundo para se viver. Se você está planejando um roteiro para a Europa, precisa passar alguns dias na capital da Áustria. A seguir, veja informações e dicas que te levarão ao destino da felicidade.

Publicidade

O que você precisa saber antes de ir a Viena

Por que gastar tempo se estressando, se você pode tomar um bom café vienense com um delicioso pedaço de torta? Para isso, é importante chegar à cidade com o dever de casa bem-feitinho. Por exemplo, não há catracas ou cobradores nos ônibus e metrôs. É preciso comprar os tickets no autoatendimento da estação, dentro dos transportes ou pelo aplicativo. Assim, comece a planejar sua viagem com as informações abaixo:

  • Língua materna: o Alemão Austríaco é o idioma oficial da Áustria e, consequentemente, de Viena. É sempre bom conhecer algumas palavras básicas, no entanto, se você é fluente/intermediário em inglês, conseguirá se comunicar bem.
  • Moeda: o Euro é a moeda oficial, já que a Áustria faz parte da União Econômica e Monetária da Europa.
  • Visto: como a Áustria faz parte da área Schengen, brasileiros não precisam de visto para permanência de até 90 dias. Entretanto, o passaporte é necessário, não esqueça!
  • Natal em Viena: o Natal de Viena atrai turistas de diversas partes do mundo. A iluminação, a decoração e o clima aconchegante deixam a cidade ainda mais bonita. Se for viajar nessa época, coloque os mercados de Natal no seu roteiro, o mais famoso fica na Praça da Prefeitura.
  • Preços: partindo do Brasil, a passagem será seu maior gasto, em média de R$ 4.500 fora de uma promoção e comprada com antecedência. Porém, em Viena, você encontrará hotéis por € 38, transporte público por € 2,50 e refeições que variam de € 12 a € 25.
  • Tomadas elétricas: na maioria das hospedagens, as tomadas são do tipo C ou F. Como há duas opções, sempre é bom levar um adaptador. A voltagem é de 220W.

Por fim, é sempre bom levar um pouco de dinheiro em espécie, pois muitos estabelecimentos não aceitam cartão de crédito e débito. Com todas essas informações, sua viagem a Viena começa a ganhar forma. A seguir, saiba mais sobre a cidade que viu Beethoven e Mozart crescerem!

Onde fica Viena

Viena, capital da Áustria, fica na Europa central. Em uma viagem de trem, você pode conhecer as cidades vizinhas: Salzburg (300 km), Bratislava, capital da Eslováquia (65 km), Graz, na Áustria (200 km), e Linz, também no país (180 km).

Como chegar

Um voo até Viena pode durar cerca de 15h (prepare-se para lidar com o jet lag). Além disso, as companhias aéreas brasileiras não oferecem voo direto para o destino. Você precisará fazer conexão em outros locais da Europa – Madri, Londres, Paris, Amsterdam ou Portugal. Ao desembarcar no aeroporto da capital, você terá mais 18 km para percorrer até o centro. A pequena viagem pode ser feita de trem, ônibus ou carros de aplicativo, esse último com preços bastante atrativos.

Se você estiver em um tour pela Europa, pode pegar um trem até Viena partindo de Paris, Praga, Veneza ou Budapeste. A road trip também é uma opção, porém, apesar de alguns países europeus permitirem a condução de veículos apenas com apresentação de CNH brasileira e passaporte, a Áustria exige a Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Entre museus, parques e palácios: o que fazer em Viena

Marcada pelo domínio da Dinastia de Habsburgos, a história de Viena é antiga. A cidade possui influência romanas, celtas e alemãs. Em nenhum outro lugar do mundo, você encontrará uma universidade em funcionamento desde o século XIV. Não há nada mais catártico do que assistir a um espetáculo na Casa de Ópera construída no século XIX. Abaixo, conheça os principais pontos turísticos da cidade da música:

Publicidade

1. Prater

O parque temático mais antigo do mundo está em Viena. O local não é grande, porém conta com muitas atrações históricas. A roda-gigante de 60 metros sofreu sérios danos durante a II Guerra Mundial, mas foi restaurada e se tornou cartão postal da cidade. O chapéu mexicano mais alto do mundo também está no Prater. Prepare-se para começar os passeios com muita aventura!

  • Preço de entrada: a entrada no parque é gratuita, entretanto as atrações são pagas e giram em torno de € 1 a € 5 (a roda-gigante possui valores diferenciados). É possível comprar um cartão que dá direito a ir em todas as atrações por um preço mais em conta.
  • Horário de funcionamento:diariamente das 11h até meia-noite.

2. Palácio Schönbrunn

A ‘casinha’ de verão da família imperial de Viena é uma das grandes atrações do destino. É possível visitar os incríveis jardins, fazer um tour pelo interior do palácio, percorrer um labirinto e subir no Gloriette, um ‘morrinho’ com uma vista magnífica do entorno. Casa esteja recebendo excursões, você pode reservar um passeio no Tiergarten, o zoológico mais antigo do mundo e um dos poucos que abriga pandas gigantes.

  • Preço de entrada: Imperial Tour (€ 22), Grand Tour (€ 26), Jardim, labirinto e Gloriette (4,50 cada passeio).
  • Horário de funcionamento: os horários são diferentes para as principais atrações. O jardim costuma abrir às 6h30, já as outras atrações abrem entre às 9h e 9h30, dependendo da época do ano.

3. Ópera de Viena

A Ópera de Viena foi inaugurada em 1869, com uma obra de Mozart. Após uma bomba atingir o prédio em 1945, o local foi reconstruído e as portas foram reabertas com visitas guiadas e shows de ópera.

  • Preço de entrada: as visitas guiadas custam em torno de € 8. Os shows de ópera apresentam preços variados. Há bilhetes a partir de € 4. Os lugares luxuosos custam mais de € 150.
  • Horário de funcionamento: variável, mas costuma abrir das 13h às 15h para visitação. Os shows acontecem em horários específicos.

4. Palácio Hofburg

O Palácio Hofburg pertenceu à família mais nobre e importante da Áustria. Os aposentos imperiais contam com biblioteca, capela e os famosos museus: Sisi e Prataria da Corte. O escritório do presidente da Áustria também está por lá. Uma visita para você se sentir parte da realeza!

  • Preço de entrada: as visitas guiadas, com áudios em inglês e espanhol ou até mesmo outras línguas, custam em torno de € 15.
  • Horário de funcionamento: depende da época do ano, mas costuma abrir das 9h às 18h.
  • 5. Parlamento da Áustria

    Um enorme edifício com arquitetura estilo historicismo. O Parlamento da Áustria está na principal avenida de Viena, a Ringstrasse. Em 1918, após a queda do Império Habsburgo, o espaço sediou um dos eventos mais históricos da Áustria, a Proclamação da República. É possível realizar visitas guiadas.

    • Preço de entrada: as visitas guiadas, com áudios em inglês e espanhol ou até mesmo outras línguas, custam em torno de € 5.
    • Horário de funcionamento: variável, mas costuma abrir das 11h às 16h. As visitas ocorrem a cada 1 hora na sexta-feira, sábado e domingo. Nos outros dias, pode levar mais tempo entre um tour e outro.
    • 6. Palácio Belvedere

      Para fechar o tour pelos monumentos da realeza, visite o Palácio de Belvedere. O edifício pertenceu ao príncipe Eugenio de Saboya. Dividido em Alto e Baixo Belvedere, é possível visitar o interior do prédio. Vale destacar que os outros palácios de Viena são mais bonitos.

      • Preço de entrada: em torno de € 14 ou € 22 (visita ao espaço de exposições Orangery inclusa).
      • Horário de funcionamento: variável, mas costuma abrir das 10h às 18h.
      • 7. Stadpark

        O Stadpark fica próximo à Ópera de Viena. O parque é rodeado por matas e possui muitos espaços de convivência. Você pode fazer uma caminhada, visitar a famosa estátua de Johann Strauss e conhecer o edifício Kursalon, com sorte, até assistir pequenos shows musicais no local. Espaço público, gratuito.

          8.Torre do Danúbio

          Viena vista de cima! A torre do Danúbio possui 252 m de altura. Além do mirante, um restaurante giratório complementa a atração. E não é só isso, os mais aventureiros podem saltar de bungee jumping. Uma experiência única, poética e encantadora.

          • Preço de entrada: para subir, o valor gira em torno de € 15. O restaurante e o bungee jumping possuem valores diferenciados.
          • Horário de funcionamento: variável, mas costuma abrir das 10h à 00h.
            • 9.Naschmarkt

              Naschmarkt é um mercado ao ar livre. O estilo europeu prevalece nas barracas que vendem alimentos, flores, lembrancinhas etc. O evento é famoso entre os turistas por preservar a nostalgia do Marché aux puces (ou mercado de pulgas), bazares que surgiram no subúrbio de Paris e comercializavam de tudo com bons preços e trocas de produtos. Atualmente, os preços não são tão baratos e a cobrança de gorjeta costuma ser alta.

              Publicidade

                10.Igrejas em Viena

                A Catedral de Viena é a principal construção religiosa para visitar tanto pela beleza quanto pela localização. Você verá a fachada, o interior, incluindo catacumbas, e até um museu. É possível fazer tours guiados por € 5,50. Outros templos lindos da cidade são: a Igreja de São Carlos Borromeu, a Igreja São Pedro e a Igreja Votiva do Divino Salvador. Os horários de funcionamento dependem da época do ano e da programação interna do espaço.

                11. Museus em Viena

                Os mais famosos são o Museu da História da Arte e o Museu de Carruagens Imperiais. No primeiro, é possível ver exposições de obras de arte gregas e egípcias. No segundo, que está no Palácio Schönbrunn, você conhecerá carruagens incríveis. Outros museus na região são: Museu Albertina, Museu de História Natural, Museu Freud, Museu de Móveis Imperiais, entre outros. Antes de ir, confira a programação nos sites das instituições.

                Ao montar o roteiro, considere a localização das atividades. Você pode planejar para conhecer algumas atrações em um tour a pé. No entanto, se o semáforo estiver fechado para pedestres, mesmo que não esteja vindo nenhum veículo, espere pacientemente, pois, se atravessar, pode levar uma multa.

                Qual a melhor época para ir a Viena?

                No verão, a temperatura é agradável e o dia anoitece mais tarde, inclusive, dizem que os moradores ficam mais felizes. No inverno, prepare-se para temperaturas extremas, porém, as paisagens são encantadoras, especialmente quando a neve cobre a cidade. Abaixo, confira uma relação mês a mês para descobrir a melhor época de acordo com seu perfil.

                Publicidade

                • Janeiro: frio intenso (-3 ºC a 3 ºC), pouca chuva, baixa temporada;
                • Fevereiro: frio intenso (-2 ºC a 5 ºC), pouca chuva, baixa temporada;
                • Março: frio intenso (2 ºC a 10 ºC), pouca chuva, baixa temporada;
                • Abril: frio intenso (6 ºC a 15 ºC), pouca chuva, baixa temporada;
                • Maio: frio ameno (10 ºC a 20 ºC), chuva moderada, baixa temporada;
                • Junho: frio ameno (13 ºC a 23 ºC), muita chuva, alta temporada;
                • Julho: frio ameno (15 ºC a 25 ºC), muita chuva, alta temporada;
                • Agosto: frio ameno (15 ºC a 25 ºC), muita chuva, alta temporada;
                • Setembro: frio ameno (11 ºC a 20 ºC), chuva moderada, baixa temporada;
                • Outubro: frio ameno (6 ºC a 14 ºC), chuva moderada, baixa temporada;
                • Novembro: frio intenso (2 ºC a 7 ºC), pouca chuva, alta temporada;
                • Dezembro: frio intenso (-1 ºC a 3 ºC), pouca chuva, alta temporada;

                Não importa a época do ano, as roupas de inverno precisam estar na sua mala! Se possível, fique pelo menos 4 dias na cidade, pois há muitas atividades e o clima vienense é puro aconchego. Com certeza, beber um Glühwein em uma hospedagem confortável ajudará a espantar o frio.

                Onde se hospedar em Viena

                No horário de verão da Europa, Viena está 5 horas adiantada em relação ao horário de Brasília. A diferença é o suficiente para você perder um pouco o fôlego durante as longas caminhadas pela capital da Áustria. Para descansar dos fusos horários, veja quais são as regiões que oferecem as melhores hospedagens:

                Innere Stadt (Distrito 1)

                As principais atrações de Viena estão concentradas no centro, como a avenida Ringstrasse e a Catedral. Você pode se hospedar no confortável Austria Trend Hotel. Se procura uma opção mais econômica, considere a Pension Dr. Geissler. Já a elegância fica por conta do Hilton Vienna Plaza.

                Leopoldstadt (Distrito 2)

                Nessa região, estão o Rio Danúbio e o parque Prater. Muitas pessoas que viajam a trabalho preferem ficar por aqui, pois o local é próximo ao centro comercial da cidade. Caso esse seja o seu perfil, fique no Austria Classic Hotel Wien. O moderno Der Wilhelmshof também é uma ótima opção. Já o charmoso e requintado SO/ Vienna costuma atrair mais turistas viajantes do que empresários.

                Landstrasse (Distrito 3)

                Perto do Landstrasse, fica o Stadpark. A região é perfeita para quem busca menos movimento. Comece olhando o sofisticado Hilton Vienna Park. O InterContinental Wien também é elegante. Opções mais econômicas ficam por conta do Mercure Grand Hotel Biedermeier Wien e do Ibis budget Wien Sankt Marx.

                Mariahilf (Distrito 6)

                Na avaliação dos turistas, o distrito 6 é considerado o melhor local para ficar. A região é distante o suficiente da agitação do centro, porém possui fácil acesso para diversas atrações, principalmente locais de compras. Restaurantes próximos são uma ótima vantagem. O Boutiquehotel Das Tyrol é a opção mais sofisticada de Mariahilf. Para economizar, o Hotel Beethoven Wien pode ser uma boa opção. Por fim, o Jaz in the City Vienna possui um ótimo custo-benefício.

                Neubau e Josefstadt (Distrito 7 e 8)

                Os distritos 7 e 8 são muito parecidos, descolados, meio hipsters e com muitas casas noturnas ao redor. Caso você queira um local para descansar, é melhor evitar as regiões. Agora, se é o que procura, dê uma olhada no Max Brown 7th District ou no luxuoso Hotel Sans Souci Wien. No Distrito 8, não deixe de conferir o Flemings Selection Hotel Wien-City e o Hotel Josefshof am Rathaus.

                Alsergrund (Distrito 9)

                Com uma vibe jovem e perto de universidades, o distrito 9 é muito procurado por quem gosta de mais badalação. Veja o Hotel Calmo e o The Harmonie Vienna. Agora, se você procura algo mais em conta, opte pelo Hotel Regina.

                Favoriten (Distrito 10)

                Uma área tranquila com muita diversidade de culturas e perto de uma das principais estações de metrô de Viena. Para quem procura algo em conta, mas quer ficar em uma rede hoteleira conhecida, dê uma olhada no Novotel Wien Hauptbahnhof. Outra opção mais em conta, porém bem simples, é o Hotel Johann Strauss. E para fechar, o ibis Wien Hauptbahnhof é uma opção intermediária.

                Não se esqueça de conferir as opiniões de turistas que já se hospedaram nos hotéis. Além disso, se você não quiser ficar na capital, procure hospedagens nas cidades ou países perto de Viena, como em Bratislava, Salzburgo, Budapeste e Praga.

                Gastronomia em Viena

                Por ser um país germânico, o vinho e a cerveja são as bebidas mais consumidas em Viena. É claro que os deliciosos drinks acompanham pratos típicos que surpreendem em sabores. Veja o que pedir:

                • Wiener Apfelstrudel: é comum começar com salgados, mas essa espécie de folhado de maçã coberto com um creme delicioso e uvas passas não pode ficar de fora do cardápio. Se possível, vá ao Café Central, com uma arquitetura e ambientes sofisticados, ou no Café Hawelka experimentar o prato.
                • Schnitzel: uma espécie de bife à milanesa, mas com um tempero único. Há Schnitzel de carne de porco, de carneiro e por aí vai. As casas mais tradicionais que servem o prato são o Figlmueller e o Plachutta.
                • Tafelspitz: carne de boi preparada com verduras e outros temperos deliciosos. Vale passar no Plachutta ou no Waldviertlerhof para experimentar o sabor vienense.
                • Käsekrainer: salsicha de carne de porco defumada, assada e servida com pão. É muito comum na Áustria e em Viena, você pode experimentar no Bitzinger Würstelstand, uma barraca de rua muito famosa por lá. Além disso, muitos restaurantes e tendas de rua oferecem o prato.
                • Knödel: um bolo doce de batata recheado com ameixas ou outros sabores deliciosos. Para experimentar, vá no Knödel Manufaktur. Outros restaurantes famosos por servir o prato são o Palmenhaus e o Labstelle.
                • Sachertorte (torta sacher): apesar de existirem variações, a mais tradicional é a torta de chocolate com uma massa leve e recheio de damasco. Para provar, basta passar no Café Sacher ou no Cafe Diglas.

                Por fim, saiba que os austríacos costumam jantar e almoçar cedo. Então, não apareça em um restaurante às 16h querendo almoçar, pois vão te servir a janta. Além disso, é obrigatório pagar 10% de “gorjeta” do valor da refeição.

                Turistando em Viena para se sentir um europeu

                Uma cidade cheia de curiosidades e com uma cultura muito peculiar. Por exemplo, é comum as pessoas beberem água nas torneiras públicas, inclusive, a qualidade é considerada uma das melhores do mundo. Para conhecer mais sobre o destino, veja a seleção de vídeos abaixo:

                Viena, sua linda

                O Diogo Kyirillos, do canal Vida Nômade, viajou para Viena. Ele conta sua experiência e dá ótimas dicas de viagem, incluindo hospedagem, transporte público e as principais atrações. Aperte o play e anote tudo!

                Muita história e coisas sem sentindo em Viena

                O canal Alemanizando apresenta várias atrações que possuem marcas das guerras. Além disso, mostra um miniparque temático, uma igreja e muitos prédios históricos. Dicas de hotel e airbnb também estão no vídeo que começa com uma cena inusitada. Confira!

                Passeios e comidas típicas para se deliciar

                Um casal de viajantes experimentou o prato Wiener Schnitzel feito com carne de porco empanada. Veja como foi a experiência e se você terá coragem de comer. Além disso, há lindas imagens de prédios históricos e igrejas.

                Você nunca viu Viena deste jeito

                A infraestrutura de Viena deixa muitos países com inveja. Não há lixo nas ruas e à noite fica tudo iluminado. O canal Viajante Sincera é realmente muito sincero! Com opiniões bem-humoradas do destino, um casal fala sobre o roteiro que fizeram pela Europa.

                Primeiras impressões de brasileiros

                Pamela Scapella e amigos exploram a cultura vienense. Você vai ver como são as ruas, preços de comida e o que pode ou não fazer por lá. Aproveite para anotar tudo!

                A arquitetura de Viena é realmente surpreendente, tanto que a Unesco tornar a cidade Patrimônio da Humanidade. A seguir, conheça a perspectiva de alguns turistas que eternizaram a beleza da capital em cliques maravilhosos.

                10 lugares encantadores de Viena para fotos memoráveis

                Você não vai encontrar lixo no chão e tudo é muito bem cuidado. Tire fotos em todas as atrações turísticas e aproveite cada segunda da viagem. Veja abaixo o que te espera em Viena:

                1. Pouse no aeroporto de Viena

                2. E aprecie a arquitetura charmosa

                3. Olha que chique o interior da Ópera de Viena

                4. Experimente o Wiener Schnitzel, comida típica do país

                5. O Palácio de Hofburg é o local para se sentir parte da realeza

                6. Se gosta de arte, passe na Hundertwasserhaus, um conjunto de casas com pinturas incríveis

                7. O Knödel é um doce típico de Viena recheado com damasco e outros sabores

                8. Na torre de Danúbio, há um restaurante com uma vista espetacular

                9. Em Stadpark, há uma estátua de bronze incrível

                10. O Parlamento é um ótimo passeio para conhecer a arquitetura

                Viena é mesmo um sonho, não é? Aproveite que você está na Europa e coloque Marselha no seu roteiro. A cidade mais antiga da França promete uma experiência memorável.