Caminhos de Pedra: tradição italiana e muita cultura em Bento Gonçalves

Escrito por Bárbara Costa

Sabia que é possível reviver a cultura e os costumes dos imigrantes italianos a poucos minutinhos do centro de Bento Gonçalves? Isso mesmo: os Caminhos de Pedra têm 12 km de extensão e formam uma rota turística que reúne construções históricas preservadas até os dias de hoje.

Quer saber quais paradas são obrigatórias no local? Veja abaixo!

Tour pelos Caminhos de Pedra

Nos Caminhos de Pedra, você vai degustar vinhos, sucos de uva, embutidos, queijos e até chimarrão. Além disso, terá a chance de colocar as compras em dia. Confira por onde passar!

1. Primeira parada

A Vinícola Lovara foi fundada pelos italianos Giuseppe Benedetti e Arcangelo Tecchio, que produziam vinhos comuns, comercializados em garrafões. Com o passar dos anos, a produção voltou-se apenas às uvas viníferas e passou a contar com equipamentos de última de geração. Hoje, o local de beleza ímpar se intitula como Vinícola Boutique e funciona também como espaço para eventos.

2. Segunda parada

Na Casa di Dolci (ou Casa dos Doces Predebon), você poderá degustar variados tipos de doces, geleias artesanais e frutas cristalizadas. A construção tipicamente italiana abriga, ainda, um café que oferece iguarias como tiramisù, profiterole e cannoli. Que tal tomar um delicioso café e experimentar uma das sobremesas enquanto admira a vista do vale do Rio Buratti?

3. Terceira parada

A Salumeria é o lugar ideal para aqueles que adoram um bom embutido. A construção imponente, o atendimento de primeira e a degustação oferecida prometem conquistar quem passa pelos Caminhos de Pedra. Além de experimentar os salames, você pode visitar o Caminho da Aventura Parque, que fica nos fundos do estabelecimento, e aproveitar toda a adrenalina do Super Jump.

4. Quarta parada

O Restaurante Nona Ludia funciona em uma monumental casa de pedra e, como não poderia deixar de ser, serve uma saborosa comida italiana. A decoração do ambiente é rústica e nostálgica, o que leva os frequentadores a viajarem até 1880 (ano no qual a construção foi erguida). Depois de se deliciar com os pratos, aproveite para tirar fotos na árvore de tronco enorme que fica na propriedade.

5. Quinta parada

A Casa do Tomate está em funcionamento desde o ano de 2000, com uma estrutura de 250 m² constituída por pedras basálticas. A recepção é feita pelos proprietários e por uma equipe de qualidade, o que contribui para tornar sua experiência ainda mais especial. Por lá, você vai encontrar extratos, molhos, geleias, conservas e até doces, cervejas ou licores de tomate!

6. Sexta parada

O Parque da Ovelha é um verdadeiro paraíso dos Caminhos de Pedra, rodeado pela bela paisagem da Serra Gaúcha. Por lá, tanto adultos quanto crianças podem acompanhar a rotina de uma fazenda de ovinos leiteiros em visitas que incluem informações histórico-culturais e degustação de produtos da Casa da Ovelha. Na loja da marca, você encontra queijos, iogurtes, doces e até cosméticos.

7. Sétima parada

Na Casa das Massas e Artesanato, quem recebe os visitantes é Edemilsom Tomasi, o proprietário da construção de madeira que data de 1910. Além dos artesanatos e souvenires oferecidos, você pode comprar as massas e os biscoitos caseiros fabricados na cozinha do local. No andar de cima, funciona também um pequeno museu, com as ferramentas usadas por artesãos locais

8. Oitava parada

Quer ter uma mostra da farta gastronomia italiana no café da manhã ou almoço? Então, a Casa Fracalossi precisa entrar no seu roteiro! O café colonial inclui pães, biscoitos, bolos, tábua de frios, geleias, fortaia (ovos e queijo), sucos, chá e café, entre outras iguarias. No almoço, são servidos pratos como sopa de capelleti, salada de radicci com bacon e polenta brustolada (na chapa). Vai perder?

9. Nona parada

A Casa Vanni é um restaurante típico de imigrantes italianos, feito em madeira e com porão de pedras irregulares. O destaque vai para a mesa com tampo de vidro especialmente montada sobre o poço que ainda funciona no porão do estabelecimento. Que tal se deliciar com os risotos, as massas e as carnes dessa casa que é rodeada por uma paisagem maravilhosa?

10. Décima parada

A Casa da Tecelagem está em funcionamento nos Caminhos de Pedra desde 2008, em um casarão de madeira erguido no ano de 1915. O local é comandado pela artesã Justina Foresti e abriga tanto o ateliê quanto a loja. As bolsas, os caminhos de mesa, os xales, os tapetes e os cachecóis, artesanais e exclusivos, são de encher os olhos!

11. Décima primeira parada

Visitando a Cantina Strapazzon, você fará uma viagem até a década de 1880, quando as casas de pedra da primeira geração de imigrantes eram levantadas. Anos depois, o lugar foi adaptado para receber a cantina (onde o vinho é produzido e armazenado). Durante as visitas, há explicações sobre como a bebida é preparada, além de degustações de pães, salames, suco de uva e, claro, do vinho.

12. Décima segunda parada

A Vinícola Salvati & Sirena está em funcionamento desde 2003, ocupando uma construção de formato octogonal e feita com pedras basálticas irregulares. A própria família recebe os visitantes e conduz as degustações dos vinhos, além de comercializar as variações merlot e tannat, produzidas a partir de uvas rústicas como barbera e peverella (de sabor picante). Não deixe de conhecer!

13. Décima terceira parada

A Casa da Erva-Mate ocupa a casa onde funcionava o moinho Cecconello, de 1884, e produz o famoso (e típico) chimarrão. No local, você terá uma demonstração de todo o processo de produção da planta e da bebida, com as devidas degustações. No porão, também são comercializados outros produtos feitos com a erva-mate, sendo que o visitante aprende a fazer seu próprio chimarrão. Interessante, não?

14. Décima quarta parada

Na Casa das Cucas Vitiaceri, você tem a chance de desfrutar de saborosas iguarias coloniais. Além das tradicionais cucas recheadas (feitas com frutas fresquinhas), experimente os espumantes, os vinhos e os sucos de uva produzidos. No delicioso piquenique Vitiaceri, o visitante pode degustar os embutidos e as bebidas da casa em meio à natureza. Aproveite essa combinação perfeita!

15. Décima quinta parada

Diferentemente dos demais estabelecimentos, a Casa da Confecção se localiza em uma casa de alvenaria, com dois pisos e um sótão. Mas sua principal característica não poderia ser outra: é no porão que são vendidos os itens produzidos por lá, como casacos de lã, gorros, luvas e cachecóis. Que tal colocar as comprinhas em dia?

Viu só como você encontrará bebidas, comidas e até roupas de qualidade nos Caminhos de Pedra? Tudo isso rodeado de uma bela paisagem!

15 fotos dos Caminhos de Pedra que são de encher os olhos

Para fechar, veja algumas imagens que farão você conhecer os Caminhos de Pedra o mais breve possível!

1. O cenário por lá pode ser surreal

2. Imagine um piquenique com deliciosos embutidos e cucas recheadas nessa paisagem?

3. E o que dizer da combinação de cores?

4. As flores dão um toque mais do que especial ao lugar

5. E podem até protagonizar em alguns casos

6. Mas, como não poderia deixar de ser, as pedras vão roubar sua atenção

7. Elas aparecem de diversas formas

8. Você também vai apreciar bastante as uvas

9. Os moinhos

10. E todo o clima nostálgico do lugar

11. Cada cantinho promete encantar você

12. Concorda?

13. É charme que não acaba mais

14. Que tal presenciar o processo de produção do vinho desde o cultivo da uva?

15. Aprecie cada momento do seu dia nos Caminhos de Pedra!

E então, convenceu-se de como pode ser ótimo ter uma experiência nos Caminhos de Pedra? Visite esse cantinho da Itália no sul do Brasil!

PARA VOCÊ