Carretera Austral: belezas naturais e aventuras pela Patagônia chilena

Escrito por Gabriella Soares

A Carretera Austral é um trajeto de viagem em meio a Patagônia chilena no qual é possível conhecer alguns dos ambientes mais extremos do país andino. Essa impressionante road trip reserva belezas que são de tirar o fôlego, como picos de montanhas nevados, vulcões, rios, lagos, parques e reservas naturais, além de glaciares e fiordes. Conheça mais dessa viagem maravilhosa.

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Mapa da Carretera Austral

Estendendo-se do norte ao sul do Chile, a Carretera Austral vai de Puerto Montt, na Região dos Lagos, até a Villa O’Higgins. São cerca de 1.240 quilômetros que ligam os dois extremos do país e que percorre uma boa parte da Patagônia Chilena. Além disso, a Carretera Austral é um trajeto de viagem que pode ser feito a partir de Puerto Montt ou da Villa O’Higgins e de diferentes formas.

Quando ir

Para quem deseja aproveitar por mais tempo as paisagens da Carretera Austral, o melhor é fazer o percurso entre novembro e março, quando muitas vezes o sol se põe após as 22h. Esses meses correspondem ao verão no Chile, então pode não haver muita neve em algumas partes do caminho. Se desejar um pouco mais de neve, é possível fazer a viagem em setembro e outubro, logo após o inverno.

Como fazer a Carretera Austral

Como esse é um percurso muito longo e muito famoso entre os turistas, existem diferentes formas de fazer a viagem. Seja por meio de empresas locais de turismo que fecham um pacote para percorrer a Carretera Austral ou de carro, moto, bicicleta ou ônibus, é possível aproveitar ao máximo as belezas desse caminho. Abaixo reunimos as principais informações de cada uma dessas modalidades de viagem. Confira:

Pacotes para a Carretera Austral

Existem diferente pacotes de agências de turismo que podem ser contratados em diferentes cidades do caminho. O maior número de agências fica em Coyhaique, mas é possível achar pacotes que começam em Puerto Montt também. A depender do pacote, é possível incluir hospedagem e alimentação com ao menos três refeições por dia, além da prática de esportes radicais.

Carretera Austral de carro

O carro talvez seja a forma mais conveniente para fazer essa viagem, já que te dá liberdade para fazer tudo no seu ritmo e seguindo seu próprio roteiro. Mas lembre-se que isso sai mais caro, afinal você vai alugar o carro em uma cidade e entregar em outra. Além disso, o custo da gasolina e a qualidade da estrada em alguns pontos também precisam ser levados em consideração.

Carretera Austral de moto

Também é possível fazer a viagem de moto, mas além de todos as questões que já são dignas de atenção, essa modalidade de transporte levanta muitas outras. A primeira é a segurança, já que muitos trechos não são pavimentados, é necessário ir um pouco mais devagar e tomar cuidado com estradas molhadas. Além disso, lembre-se de usar roupas propícias para a viagem de moto em locais de neve.

Carretera Austral de bicicleta

Outra forma de viajar com muita aventura é fazer o trajeto de bicicleta. Nesse caso, a viagem leva muito mais tempo e é preciso prestar especial atenção aos trechos não asfaltados e a qualidade da sua bike. Ainda assim, é possível fazer todo o caminho dessa forma, de Puerto Montt, único local em que é possível comprar bicicletas e peças, até Villa O’Higgins.

Continua após o anúncio

Carretera Austral de ônibus

Se você quiser fazer a sua viagem com transporte público, existem os ônibus que ligam as diferentes cidades e vilas. No entanto, em certos lugares mais distantes, esses ônibus passam apenas duas ou três vezes por semana. Além disso, os moradores locais sempre têm preferência para utilizar o transporte público, em relação aos visitantes. Sendo assim, a sua viagem vai precisar de muito mais planejamento e cuidado.

Escolha a melhor forma de fazer a sua viagem e comece a sua aventura. Conhecer a Carretera Austral é apaixonante, mas também pode ser um trajeto longo, então tenha a certeza de escolher a melhor forma de transporte para as suas necessidades e para o seu conforto, além, é claro, da sua segurança.

Atrações imperdíveis

Os mais de 1,2 mil quilômetros de extensão da Carretera Austral guarda diversas belezas e atrações em seu caminho. Desde as mais belas paisagens da Patagônia chilena até os parques e reservas mais ricos e diversos do país, é possível conhecer um pouco de cada um dos diferentes ambientes do país e suas mais charmosas cidades. Abaixo, reunimos algumas das atrações que você precisa visitar ao fazer o seu trajeto:

1. Lago Llanquihue

Localizado em Puerto Montt, na região de Los Lagos, o Lago Llanquihue é o segundo maior do Chile. Para além da grande beleza do lago, esse é um local muito famoso para se fazer passeios de barco, que também é uma ótima maneira de aproveitar um pouco das maravilhosas paisagens da região. Além disso, o Llanquihue possui uma vista única de outra grande atração de Puerto Montt, o Vulcão Osorno.

2. Vulcão Osorno

Funcionando durante o inverno como uma estação de esqui, o Vulcão Osorno é uma das atrações mais impressionantes da cidade de Puerto Montt. O Vulcão fica ao lago do Lago Llanquihue e é de uma beleza atemporal que encanta a todos os visitantes. Além da bela vista e das atividades de esqui, é possível fazer trilhas pela base do vulcão, que podem ser longas e curtas.

3. Vulcão Chaitén

Outra cidade característica da Carretera Austral é Chaitén, que também possui um vulcão de mesmo nome que é muito famoso. Em 2008, o Vulcão Chaitén entrou em erupção e toda a cidade precisou ser evacuada, mas desde então não há atividades sísmicas e vulcânicas na região. Ainda assim, o melhor é aproveitar a beleza e as paisagens de uma certa distância. A sua grandiosidade já vale a pena a visita.

4. Parque Nacional Pumalín

Também na cidade de Chaitén fica o Parque Nacional Pumalín, uma das mais impressionantes reservas nacionais do Chile, além de ser o acesso à Patagônia. O Pumalín tem cerca de 400 mil hectares de natureza preservada e diversas belezas e oportunidades para se fazer ecoturismo, se estendendo do Andes à costa do Oceano Pacífico. Ali, é possível fazer trilhas, acampar e observar impressionantes quedas d’água e formações naturais.

5. Rafting em Futaleufú

Futaleufú é uma cidade pequena que também fica na Região dos Lagos e é famosa por ser uma parte mais radical da Carretera Austral. A cidade possui uma Reserva Nacional, onde existem diversos rios. No local, é possível fazer cavalgadas, trekking e rafting. Essa última atividade é um dos principais motivos para os visitantes pararem na cidade, já que suas águas agitadas são ideais para a prática de raftng.

6. Rio Futaleufú

Um local que merece ser destacado é o Rio Futaleufú, com águas agitadas e de uma linda cor turquesa. Esse é o principal rio da cidade e é cercado por uma natureza exuberante. É uma vista realmente incrível para se conhecer. Além disso, esse é outro lugar ideal para se praticar esportes radicais em Futaleufú, já que é possível fazer rafting e também trilhas pela mata que cerca o rio.

7. Parque Nacional de Queulat

O Parque Nacional de Queulat é um dos melhores lugares dos diversos da Carretera Austral para se conhecer uma linda parte da Patagônia chilena. Essa grande área preservada reúne formações como montanhas com geleiras, um famoso glaciar suspenso, conhecido como Ventisquero Colgante, diversas flores e o Lago Témpanos. Nesse parque é possível fazer trilhas de caminhada de até duas horas, além de passeios de barco para conhecer a área.

8. Coyhaique

A maior cidade pela qual o trajeto da Carretera Austral passa é Coyhaique, um dos municípios centrais dessa aventura. Esse é um ótimo lugar para conhecer um pouco mais da cultura chilena e experimentar as delícias que podem ser encontradas pelos cafés e restaurantes de Coyhaique. Os croissants de todos os sabores e a barground, um tipo de batata frita com queijo e champignon, são as grandes recomendações da região.

9. Reserva Nacional Cerro Castillo

Formada por diversas montanhas e torres de pedra, a Reserva Nacional Cerro Castillo é outro lugar que vale a pena a visita. Localizada a cerca de uma hora em Coyhaique, esse santuário natural de 180 mil hectares conta ainda com picos nevados, diversas trilhas e impressionantes lago azuis. Além disso, no Cerro Castillo é possível encontrar pumas e o cervo nacional do Chile, conhecido como huemules. É realmente lindo!

10. Puerto Chacabuco

Uma das vilas da Região de Aysen, Puerto Chacabuco é o que liga essa área com Puerto Montt e é o ponto de partida para diferentes atrações da Carretera Austral. Além disso, essa vila conta com algumas das belezas da Patagônia, com praias geladas e parques cheios de natureza. É um bom local para relaxar e recuperar as energias para conhecer ainda mais do Chile e de suas paisagens.

11. Ilha de Melinka

Parte do Arquipélago das Guaitecas, a Ilha de Melinka é acessível por meio do Puerto Chacabuco. Melinka é cheia de natureza e lindas paisagens, além de ser a casa do povoado mais antigo da região. Outro ponto de grande atração para se visitar essa ilha é que é a partir dela que se pode fazer um outro passeio de barco, no qual é possível avistar impressionantes baleias azul.

12. Seis Lagunas

Como o nome indica, as Seis Lagunas é uma atração que conta com diferentes belezas para serem observadas e aproveitadas. Cada uma das lagunas conta com cores diferentes e impressionantes a seu modo e, também, são de diferentes tamanhos. E na verdade, existem treze lagoas para os visitantes conhecerem, mas seis são as principais. Esse é um lugar de muita beleza, que vale a viagem pelos arredores de Coyhaique.

13. Laguna San Rafael

A Laguna San Rafael faz parte de outro Parque Nacional dessa parte do Chile. Para chegar até essa laguna, o caminho não é fácil: são cinco horas de ida e mais cinco de volta em um passeio de barco. Mas com certeza vale a pena quando o glaciar de mais de 120 quilômetros de extensão fica visível no horizonte, além dos diversos icebergs que circundam San Rafael.

14. Glaciar Exploradores

Localizado próximo a vila de Puerto Rio Tranquilo, o Glaciar Exploradores é um ótimo lugar para se conhecer, ainda mais para quem quer se aventurar na neve em seu percurso pela Carretera Austral. Nesse glaciar de cerca de 23 quilômetros é possível ver geleiras, picos de neve e ótimos lugares para praticar trekking. Além disso, a paisagem é de tirar o fôlego para todos os lugares em que se olha.

15. Campos de Gelo do Norte

Os Campos de Gelo do Norte são uma parte da Patagônia que é incrível e que todos os viajantes da Carretera Austral devem conhecer. Com diversas estruturas naturais, o campo é enfeitado com gelo de diferentes colorações. A grandiosidade do local também impressiona, já que por todo o horizonte só o que se vê é a neve. Os Campos ficam próximos ao Glaciar Exploradores e à Laguna San Rafael.

16. Lago General Carrera

Com águas em diferentes tons de azuis cristalinos, o Lago General Carrera chama a atenção pela sua beleza, além desse ser o maior lago do Chile e o segundo maior do continente. Esse é o ponto no qual é possível acessar diversas outras atrações da região, como a Laguna de San Rafael, mas também é um lugar impressionante, com uma bela vista e que vale a pena conhecer.

17. Capillas de Mármol

Em uma das extremidades do Lago General Carrera fica uma das paisagens mais impressionantes da Carretera Austral, as Capillas de Mármol. Essa é uma formação de carbonato de cálcio, quartzo e limonita que fica acima da água do lago e que impressiona a todos os visitantes com suas diferentes cores e texturas. As Capillas são acessíveis por meio de uma passeio de barco a partir do Puerto Rio Tranquilo.

18. Puerto Guadal

Como o Lago General Carrera é o maior do Chile, por sua orla há diversas vilas e pequenas cidades, mas uma das melhores para se conhecer, sem dúvida, é Puerto Guadal. Esse pequeno povoado conta com um clima ameno que permite que os visitantes conheçam a região com calma e conforto. Além disso, seus arredores contam com trilhas e locais turísticos, como a Mina Escondida e a Cachoeira Los Maquis.

19. Caleta Tortel

Um ponto mais tranquilo da Carretera Austral, a Caleta Tortel é uma cidade pequena, formada basicamente por ilhas, fiordes e canais. Nessa vila não circulam carros, então é possível conhecer suas belezas em passeios a pé ou de barco. E um dos principais locais para conhecer é a Isla de los Muertos, no qual é possível conhecer as lendas sobre os trabalhadores que morreram misteriosamente da Ilha de Chiloé.

20. Lago e Glaciar O’Higgins

A última entre aquelas que são imperdíveis está a Villa O’Higgins, o ponto mais ao sul desse trajeto. Os locais turísticos mais interessantes para se conhecer dão o Lago e Glaciar O’Higgins, que fica na região de Aysén e que é considerando o maior glaciar da região. É um lugar lindo e que vale a pena conhecer, apesar da longa viagem de barco, de cerca de cinco horas.

A Carretera Austral é um trajeto impressionante que reserva algumas das mais belas paisagens do Chile. Essa é uma oportunidade única de entrar em contato com a natureza e com a cultura desse maravilhoso país andino. Então, escolha as atrações que chamaram mais a sua atenção e planeje a sua próxima aventura pela América do Sul. Momentos e locais inesquecíveis é uma das garantias dessa viagem.

Roteiros para a Carretera Austral

Como a Carretera Austral se estende do norte ao sul do Chile, é possível fazer o percurso de 1.240 quilômetros de diferentes formas. E o mais interessante é que cada um desses roteiros tem as suas vantagens para os viajantes, mas ambos dão a oportunidade de se aproveitar as lindas paisagens dessa aventura. Pensando nisso, preparamos dois roteiros para que você possa escolher o melhor trajeto para a sua viagem:

Começando por Puerto Montt

Para quem deseja aproveitar o máximo de todos os principais destinos da Carretera Austral, o melhor é começar a partir da cidade de Puerto Montt, no norte, e seguir até a Villa O’Higgins, que fica mais ao sul:

  • Dia 1: Ao chegar em Puerto Montt, aproveite a proximidade da cidade para visitar alguns dos pontos imperdíveis, como o Lago Llanquihue e o Vulcão Osorno.
  • Dia 2: Depois, vá para Chaitén, em uma viagem de aproximadamente seis horas, e aproveite para conhecer o Vulcão Chaitén.
  • Dia 3: No dia seguinte, vá para a Futelafú. No caminho, pare no maravilhoso Parque Nacional Pumalín. Em Futelafú, conheça seus rios característicos.
  • Dia 4: A cidade seguinte é Puyuhuapi, onde se pode aproveitar com calma as belezas e grandes quedas do Parque Nacional de Queulat.
  • Dia 5: Na metade da sua viagem, vá até a cidade central de Coyhaique. Ali, além de conhecer a bela região, também é possível conhecer o Parque Nacional Cerro Castillo.
  • Dia 6: Ainda aproveitando Coyhaique, vá até o Puerto Chacabuco, que é a porta de entrada para a Laguna San Rafael e para o Campo de Gelo do Norte.
  • Dia 7: Continue aproveitando as belezas geladas do Chile e vá até o Glaciar Exploradores. Depois, prepare-se para viajar até Puerto Tranquilo.
  • Dia 8: A partir de Puerto Tranquilo é possível conhecer mais do Lago General Carrera e das Capillas de Mármol.
  • Dia 9: Reserve um tempo para conhecer a Ilha de Melinka e as belezas de Seis Lagunas, que te tiram um pouco da rota.
  • Dia 10: Voltando a estrada principal, passe rapidamente pela Caleta Tortel e se encaminhe para as belezas do Lago e Glaciar O’Hggins, na Villa O’Higgins.

Se você for seguir essa sugestão de como programar a sua viagem, lembre-se que esse roteiro é mais demorado. Mas, ao mesmo tempo, garante uma aventura completa pelas paisagens geladas do Chile.

Começando por Coyahique

Outra opção é começar a sua aventura pela cidade de Coyahique, que fica no centro do percurso da Carretera Austral. Dessa forma, você não percorre todo o trajeto, mas ainda assim pode aproveitar lindas paisagens e lugares. Confira:

  • Dia 1: Comece conhecendo um pouco mais da cidade de Coyhaique, na qual você pode chegar pelo Aeroporto de Balmaceda.
  • Dia 2: Vá até o Parque Nacional Queulat e, depois, siga até Puerto Cisnes, onde vocês pode conhecer a Laguna Témpanos.
  • Dia 3: De Coyhaique viaje para Puerto Ibañez e conheça a Reserva Nacional Lago Jeinimeni, onde você pode conhecer o Lago Verde.
  • Dia 4: No dia seguinte, aproveite a proximidade com o Rio Baker e o Rio Neff para conhecer e se aventurar por essa área de Chile Chico.
  • Dia 5: Uma atração que fica por perto e pode ser aproveitada também é o Parque Nacional Patagônia, onde também fica a Lagunas Altas Loop.
  • Dia 6: Siga para a Puerto Guadal, onde você pode aproveitar a vila e aproveitar a proximidade com o Lago General Carrera.
  • Dia 7: De lá, aproveite para fazer um passeio de barco e conhecer as Capillas de Mármol, em Puerto Rio Tranquilo.
  • Dia 8: Volte para Coyhaique e conheça o Parque Nacional Cerro Castillo, com todas as suas belezas naturais, e encerre a sua viagem.

Se você tem menos tempo para conhecer os diferentes lugares que fazem parte do trajeto da Carretera Austral, esse pode ser o roteiro ideal para você. Mas mantenha sempre em mente que existem muitos locais lindos para se conhecer, inclusive os que não são tão famosos entre os turistas. Então, o melhor é deixar alguns dias extras para desvios na sua viagem e aproveitar ao máximo essa aventura.

O que você precisa saber antes de fazer a Carretera Astral

Como essa é uma viagem longa, na qual você vai passar por diferentes cidades e regiões, é preciso se preparar o máximo possível antes de fazer a sua aventura. Pensando nisso, separamos algumas dicas de tudo o que você precisa saber sobre esse trajeto. Confira:

  • O que levar: Apesar do frio, lembre-se de levar protetor solar e óculos de sol, além de câmera fotográfica, música e uma mochila que seja ideal para viagens.
  • Dinheiro: No Chile, a moeda é o peso chileno. O melhor é fazer o câmbio antes de viajar, já que as cidades que fazem o câmbio é Coyhaique e Puerto Aysén.
  • Internet: Em muitos pontos da estrada, você não vai ter conexão de internet, mas nas cidades e vilas sim. Mas ainda assim você vai precisar de um chip nacional para ter sinal.
  • Roupas: Não se esqueça de levar muitas roupas de frio, como jaquetas corta vento, luvas, gorros, segunda pele e meias grossas.
  • Alimentação: Existem restaurantes e cafés no caminho, mas se quiser economizar, procure pelos supermercados nas cidades e vilas.
  • Guia: A viagem pode ser realizada sem um guia, seguindo o mapa da Carretera Austral, mas também é possível buscar guias nas cidades de início do trajeto.
  • Dias ideais: Essa é uma aventura para ser feita com calma e sem se preocupar com as datas, então o ideal é separar cerca de 15 dias para sua viagem.
  • Hospedagens: Todas as cidades do trajeto possuem hotéis e pousadas, no entanto mantenha em mente que a maioria tem preços a partir de R$ 100 a diária.

Lembre-se de todas essas informações e dicas quando tiver preparando a sua viagem. Assim, você garante que a sua aventura ocorra exatamente como você deseja, além de ter certeza da sua segurança por todo o trajeto.

12 fotos da Carretera Austral para te convencer a fazer essa aventura

Todas as belezas naturais que são encontradas no caminho desse famoso trajeto são, sem dúvidas, as maiores atrações para quem faz essa viagem. E é realmente impossível ver todas as paisagens que fazem parte da Carretera Austral e não ter vontade de conhecer de perto todos esses locais. Então, se você anda está em dúvida se embarca nessa aventura, confira abaixo alguns dos melhores incentivos para conhecer o Chile.

1. A beleza da natureza chilena é verdadeiramente de tirar o fôlego

2. E a Carretera Austral mostra esses lugares, como o topo do Vulcão Chaitén

3. A cidade de Futaleufú fica no trajeto e reúne diversas belezas naturais

4. Assim como o Parque Nacional Queulat e suas belas quedas d’água

5. Os lagos e as montanhas com neve são algumas das principais atrações

6. Um dos lugares mais incríveis da Carretera Austral é a Laguna San Rafael

7. Além das belíssimas Capillas de Marmol, que ficam próximas a Porto Tranquilo

8. Por perto também está o quase inacreditável Mirador Glaciar Exploradores

9. Esses são alguns dos lugares mais incríveis da Patagônia, como o Campo de Gelo

10. Mas também há outras paisagens lindas e sem neve pela Carretera Austral

11. Um exemplo disso é o Puerto Guadal, com suas belas quedas d’água

12. Ou ainda as incríveis paisagens que podem ser encontradas em Caleta Tortel

A Carretera Austral realmente é um dos lugares mais lindos da América do Sul. Não deixe de planejar a sua viagem e aproveitar completamente essa aventura nesse lindo país andino. E já que você já vai estar pela região, existem diversas formas de estender sua viagem para conhecer e se encantar com outras regiões do Chile e seus pontos turísticos.