Recife Antigo: roteiro de cultura e agito pelo centro histórico

Escrito por Marta Stegani

Um lugar com muita história, charmosas ruas de paralelepípedo que mantêm até hoje o caminho por onde circulavam os bondes, casarões e construções antigas que enchem os olhos e muita arte, cor e alegria. Estamos falando do Recife Antigo, o bairro que é o berço da capital pernambucana.

Se o dia é de andanças para conhecer cada cantinho do centro histórico, a noite reserva muita diversão e música boa. Calce um sapato confortável e prepare-se para caminhar, pois este roteiro pode ser percorrido em um dia e tudo a pé!

Recife antigo: o que fazer

O Marco Zero é o ponto de partida do roteiro. Todas as atrações aqui apresentadas ficam bem próximas umas das outras. No caminho entre um local e outro, vá observando as cores e a arquitetura dos prédios. Bora caminhar?

1. Praça do Marco Zero

A Praça do Marco Zero é o cartão postal da cidade. Ao chegar, antes de se encantar com a vista do porto e do Rio Capibaribe, olhe para o chão. No centro da praça fica a Rosa dos Ventos, do artista pernambucano Cícero Dias e de onde são calculadas as distâncias da cidade para outras partes de Pernambuco. Mais à frente você vai dar de cara com o colorido letreiro com o nome Recife, de quase dois metros altura, onde você já pode parar e fazer o primeiro clique.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa, s/nº.

2. Parque das Esculturas Francisco Brennand

Ainda no Marco Zero, é dali que você parte para outro importante ponto: o Parque das Esculturas, uma instalação a céu aberto sobre o molhe do porto, composta por 90 obras do artista plástico Francisco Brennand, inaugurada em comemoração aos 500 anos do Descobrimento do Brasil. Dentre as esculturas, o destaque vai para a imponente Coluna de Cristal, que não passa despercebida com seus 32 metros de altura.

  • Endereço: arrecifes do porto, s/nº.
  • Valor de entrada: a entrada no parque é gratuita, mas você paga R$ 5 se optar por fazer a travessia.
  • Horário de funcionamento: o parque funciona 24 horas por dia, mas a travessia a partir do Marco Zero acontece diariamente, das 7h às 17h.

3. Centro de Artesanato de Pernambuco

O Centro de Artesanato é parada obrigatória para os turistas que querem levar para casa uma lembrança da viagem. A grande loja conta com mais de 25 mil peças produzidas por artesãos de todo o estado. O espaço é extremamente bem organizado e tem ambientes decorados para que o visitante possa visualizar a utilização das peças nos diversos ambientes da casa.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa.
  • Valor de entrada: gratuito.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8h às 19h; domingo, das 8h às 16h.

4. Armazéns do Porto

O Armazéns do Porto é o lugar ideal para aquela pausa para o almoço ou apenas para tomar um cafezinho ou uma cerveja para espantar o calor. O espaço fica bem ao lado do letreiro de Recife, na Praça do Marco Zero, e oferece uma variedade de bares, restaurantes, cafés e sorveterias. O mais legal de tudo é a vista privilegiada que se tem para o porto e para as esculturas de Brennand.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa.
  • Horário de funcionamento: de segunda a quarta, das 10h às 22h; quinta, das 10h à 0h; sexta e sábado, das 10h às 3h; domingo, das 10h às 22h.

5. Caixa Cultural

De frente para o Marco Zero está a Caixa Cultural, em um charmoso edifício de 1912 que funcionou como sede da Bolsa de Valores de Pernambuco até 2006. O espaço multicultural traz exposições, apresentações de teatro, música, dança e diversas outras atividades. Você pode conferir a programação no site ou entrar para conhecer as belas instalações e ser surpreendido.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa, 505.
  • Valor de entrada: gratuito.
  • Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 17h.

6. Cais do Sertão

A poucos metros do Marco Zero está o Cais do Sertão, que ocupa um belo prédio que antes servia de armazém para o porto. O museu abriga uma exposição permanente e interativa sobre o sertão brasileiro, conduzindo sua narrativa através da vida e obra do cantor pernambucano Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa, s/nº.
  • Valor de entrada: R$ 10 – inteira; R$ 5 – meia-entrada; gratuito às terças.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 17h; sábados e domingos, das 13h às 17 – última entrada às 16h30.

7. Paço do Frevo

Não dá para visitar Pernambuco e não arriscar alguns passos de frevo, afinal, o ritmo foi declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Unesco! No Paço do Frevo é Carnaval o ano inteiro. Lá estão expostos fotos e documentos que contam a história do ritmo e guarda registros do carnaval pernambucano que se manterão vivos para as futuras gerações. São três andares que guardam um rico acervo e, para acompanhar a visita, os corredores são embalados pelo som do frevo!

  • Endereço: Praça do Arsenal da Marinha, s/nº.
  • Valor de entrada: R$ 8 – inteira; R$ 4 – estudantes e maiores de 60 anos.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 17h; sábados e domingos, das 14h às 18h; fechado às segundas. Entrada para visitação até 30 minutos antes do fechamento.

8. Embaixada de Pernambuco – Bonecos Gigantes de Olinda

Certamente você já viu famosos bonecos gigantes, tradição no carnaval de Olinda. E na Embaixada dos Bonecos estão reunidos 63 dentre os mais de 300 existentes. Você vai encontrar Alceu Valença, Michael Jackson, Ayrton Senna, Tim Maia, Pelé, Neymar e muitas outras personalidades do esporte, música e política. A visita é monitorada por um guia e é possível chegar pertinho das peças, se caracterizar com adereços e tirar fotos bem divertidas.

  • Endereço: R. do Bom Jesus, 183.
  • Valor de entrada: R$ 15 – adultos; crianças de até 12 anos acompanhada pelos pais não pagam.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 18h. Fechado apenas no carnaval (do sábado até a terça) e nos feriados de 25 de dezembro e 1º de janeiro.

9. Sinagoga Kahal Zur Israel

Um passeio cheio de história é a Sinagoga Kahal Zur Israel, a primeira das Américas, que se instalou em Pernambuco trazendo um grande número de judeus que vieram de Amsterdã fugindo da Inquisição e em busca de paz e liberdade de culto. O local é bem preservado e tem um acervo que conta a história desse povo e leva o visitante a uma viagem no tempo, ajudando a compreender a influência da população judaica na cidade.

  • Endereço: R. do Bom Jesus, 197.
  • Valor de entrada: R$ 10 – inteira; R$ 5 – estudantes, professores e idosos.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 9h às 16h30; domingos, das 14h às 17h30.

10. Torre Malakoff

Um espaço de visitação gratuito e muito importante para o Recife é a Torre Malakoff, um monumento tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. O local foi construído no século 19 para servir como observatório astronômico e Arsenal da Marinha. Hoje, a torre funciona como um espaço cultural com destaque para a música e fotografia.

  • Endereço: Praça do Arsenal, s/nº.
  • Valor de entrada: gratuito.
  • Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 17h; sábado, das 15h às 18h; domingo, das 16h às 19h30. Observatório – domingos, das 16h às 19h30.

11. Paço Alfândega

O Paço Alfândega, localizado bem no coração do Recife antigo, é um local repleto de história. O edifício foi construído em 1732 e já serviu como o porto, abrigou durante quase 100 anos um convento, foi sede da Alfândega, armazém de produtos e até estacionamento. Após passar por um cuidadoso processo de restauração, hoje o espaço é um dos pontos comerciais mais famosos do Recife.

  • Endereço: R. Alfândega, 35.
  • Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20.

12. Feira do Bom Jesus

Aos domingos, a R. do Bom Jesus, uma das mais charmosas do Recife, é tomada por barraquinhas onde artesãos vendem diversos produtos de arte, moda e decoração, além de ser possível fazer uma boquinha e saborear comida típica. Vale a pena passar por lá, conhecer um pouco da cultura e levar uma lembrança para casa.

  • Endereço: R. do Bom Jesus.
  • Horário de funcionamento: todos os domingos, das 14h às 20h.

Não se esqueça de caprichar no protetor solar e tenha nas mãos uma garrafinha de água para se hidratar.

Recife Antigo à noite

A vida noturna no Recife Antigo é das mais animadas. Para quem não se contenta em descansar no hotel, descubra aqui o point da noite para se jogar!

Rua da Moeda

Se você quer uma noite agitada, é na R. da Moeda que tudo acontece. A região concentra vários bares e aos finais de semana o vaivém de gente é grande. Basta uma caminhada pela rua para escolher o som e o cardápio que mais agrada, puxar a cadeira e curtir a noite.

Downtown Pub

Para quem quer amanhecer na fuleragem, o Downtown Pub tem festas que vão até o amanhecer. O foco da casa é o rock’n roll, mas quem curte outros ritmos também é bem-vindo. No palco, bandas fazem tributo a grandes nomes do rock nacional e internacional e DJs tocam hits dançantes. A programação completa está no site e por lá você também pode comprar seu ingresso.

Passeio de Catamarã

Depois de conhecer as cores e belezas do Recife Antigo durante o dia, você não pode deixar de conhecer a cidade à noite, quando o sol se põe e as luzes tomam conta das pontes e edifícios. Uma boa forma de fazer isso é através de um passeio de catamarã pelas águas do Rio Capibaribe. No city tour aquático os visitantes apreciam as paisagens de vários pontos turísticos, como o Parque das Esculturas, a Praça do Marco Zero e o Paço Alfândega. Você tem mais informações no site.

Se a sua viagem for no começo do ano, pode ter certeza que você irá ouvir os primeiros acordes do carnaval, pois as prévias já começam no mês janeiro e se espalham por todo canto da cidade!

Recife Antigo: bares

A noite no Recife Antigo é pra lá de animada e tem boas opções com muita música, calor e sabor para encerrar o dia da melhor maneira. Olha só!

1. Seu Boteco

Que tal tomar uma cervejinha com vista privilegiada para o Marco Zero, para o porto e as esculturas de Brennand? Saiba que isso é possível no Seu Boteco! O local tem tudo o que um bom botequim precisa ter: cerveja trincando, bons petiscos – não deixe de provar a coxa creme – pratos típicos, ambiente animado e bom atendimento.

  • Endereço: Av. Alfredo Lisboa, s/nº.
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 11h às 3h.

2. Bodega de Véio

A Bodega de Véio é um lugarzinho simples e tradicional para se divertir e jogar conversa fora. O espaço é pequeno, porém aconchegante, bem decorado e com mesinhas que se estendem pela calçada. Para comer, um cardápio enxuto, mas com opções saborosas, fartas e baratas de pratos e petiscos. De quarta em diante as noites ficam mais animadas com samba e forró ao vivo.

  • Endereço: Av. Rio Branco, 162.
  • Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 23h. Fechado às segundas.

3. Casa da Moeda Bar e Comedoria

Rock, MPB e blues ao vivo marcam as noites da Casa da Moeda. O boteco é reduto de músicos, artistas e boêmios e é frequentado por um público jovem, que lota a casa aos finais de semana. Localizado em um casarão antigo e tombado, o ambiente é rústico e simples, mas é aí que mora o charme. Para saborear, pratos típicos, porções e cerveja trincando com preço justo e bom atendimento.

  • Endereço: R. da Moeda, 150.
  • Horário de funcionamento: segunda, das 16h às 2h; terça e quarta, das 16h à 0h; quinta, das 16h à 1h; sexta e sábado, das 16h às 3h; domingo, das 13h às 23h.

4. Bar Teatro Mamulengo

Ao passar pela Praça do Arsenal, certamente você será atraído pelas cores deste alegre estabelecimento, que preserva a cultura do teatro de mamulengo, tradição em Pernambuco. O bar também oferece atividades culturais, com apresentações dos bonecos aos domingos e música aos finais de semana, com MPB, bossa nova, samba e ritmos regionais. Mas o que você precisa experimentar é a comida caseira, servida a quilo e com preço bem camarada.

  • Endereço: R. da Guia, 211.
  • Horário de funcionamento: de domingo a terça, das 11h às 14h30; de quarta a sábado, das 16h à 0h.

5. Apolo Beer Café

Se você não é do tipo que gosta de um boteco e prefere algo mais elaborado, temos uma opção. O Apolo é o primeiro bar / café da cidade e tem um menu com mais de 100 rótulos de cervejas especiais nacionais, importadas e artesanais. No cardápio tem hambúrgueres, massas artesanais, carnes, feijoada e petiscos que você pode harmonizar com a melhor bebida.

  • Endereço: R. do Apolo, 164.
  • Horário de funcionamento: de segunda a quarta, das 12h às 20; quinta, das 12h às 22h; sexta, das 12h à 0h; sábado, das 18h à 0h. Fechado aos domingos.

Recife Antigo: fotos para viajar no tempo e se apaixonar

O mar, o Marco Zero, a arquitetura… tudo encanta quem caminha atento pelas ruas do centro histórico, veja você mesmo!

1. É aqui, no Marco Zero, onde tudo começa

2. Cada letra desse belo letreiro homenageia um artista pernambucano

3. O Marco Zero é uma verdadeira obra de arte!

4. É em um barquinho assim que você atravessa para o outro lado do rio

5. E vai chegar pertinho da famosa obra de Brennand

6. É uma delícia caminhar pelas ruas de paralelepípedo do Recife antigo!

7. A arquitetura da cidade é uma viagem no tempo!

8. Quantas histórias há por trás de cada janelinha?

9. Beleza que foi ofuscada pelo tempo

10. Um domingo na R. da Moeda…

11. Pelas ruas, você vai encontrar poetas eternizados no Circuito da Poesia

12. Falando em Poesia, as janelas do Paço do Frevo estão cheias delas!

13. Se você gosta de Carnaval, precisa ver as ruas tomadas de gente!

14. A noite não esconde o charme das ruas

15. Isso é apenas parte da beleza do nosso Nordeste!

Quando viajar para Recife, não deixe de separar ao menos um dia para mergulhar na história dessa cidade, que não por acaso é considerada a Capital do Nordeste.

PARA VOCÊ