Ecoturismo: um guia completo sobre o turismo ecológico no Brasil

Escrito por Bruno Mendes

O ecoturismo é uma modalidade turística muito procurada no Brasil. É muito bom caminhar por florestas, desbravar dunas, tomar banho em cachoeiras e realizar muitas outras atividades, curtindo ao máximo a beleza de cada atração, mas sem destruir a natureza. Veja como aproveitar da melhor forma os lugares mais encantadores do país.

Continua após o anúncio

Tipos de ecoturismo

  • Trekking: considerada uma das atividades mais queridas, a prática consiste na trilha por áreas de mata em direção à cachoeiras, mirantes, etc.
  • Voo Livre: o voo de asa-delta ou parapente são ótimos para cada um observar as paisagens pelos melhores ângulos possíveis. É prazeroso sentir o friozinho na barriga em cada aventura.
  • Rapel: é a descida de cachoeiras e paredões rochosos com o uso de cordas. Quem é iniciante precisa praticar esse esporte com o auxílio de guias.
  • Canyoning: esse tipo de ecoturismo trata-se da exploração de cânions com o uso de técnicas de escalada. É parecido com rapel, mas quem quer ser adepto, precisa ser bom em natação e ter certos conhecimentos específicos em cavernas.
  • Boia Cross: é a aventura com boias individuais em corredeiras suaves, moderadas ou bem radicais. Prepare-se para muita diversão e adrenalina em dosagens distintas.
  • Arvorismo: recente prática do ecoturismo, o arvorismo é a travessia de uma ponte estreita montada na copa de árvores. A atividade é segura, mas como a estrutura balança, é preciso ter equilíbrio e certa dose de ousadia.
  • Canoagem: o passeio em mares ou rios calmos e a descida em corredeiras radicais com canoas é outra experiência bem interessante no turismo ecológico.
  • Mergulho: conhecer corais e peixes em águas transparentes é uma excelente ideia. Da mesma forma que o mergulho é uma atividade turística divertida, também estimula a consciência ecológica.

Agora que você já sabe quais são as principais modalidades do ecoturismo, dá uma olhada nessa generosa lista com regiões perfeitas para intensos contatos com a natureza.

Os 45 melhores destinos de ecoturismo no Brasil

Confira informações pontuais e belas imagens destes lugares deslumbrantes e programe já uma visita.

1. Alto Paraíso de Goiás – GO

É no município goiano de Alto Paraíso de Goiás que está situada a Chapada dos Veadeiros, região com cânions, piscinas de águas transparentes e locais com características exotéricas. Mais um esplêndido parque para o viajante entrar em contato com o que há de mais belo e surpreendente da natureza nas trilhas, cachoeiras e nas inusitadas formações rochosas, como o Vale da Lua e suas pedras pretas.

2. Bonito – MS

Com excelente infraestrutura turística, Bonito abriga variados tipos de atrações naturais. A Gruta do Lago Azul, o Recanto Ecológico Rio Prata e o Abismo Anhumas são pontos turísticos que você vai adorar descobrir em uma das capitais do ecoturismo no Brasil. Mas fique atento: a região é muito famosa, portanto é imprescindível reservar o hotel e passagens com antecedência.

3. Pantanal – MT

Um dos biomas mais importantes do Brasil, o Pantanal conta com vários exemplares da fauna e flora e recebe muitos turistas do mundo inteiro. Sugestões: faça o passeio a cavalo pelas áreas alagadas e o safári ecológico, onde, com a ajuda de guias, será possível observar jacarés, onças pintadas e centenas de espécies de pássaros.

4. Chapada dos Guimarães – MT

As maiores belezas naturais do Mato Grosso estão no Pantanal e na Chapada dos Guimarães, esta atração que fica a 60 km de Cuiabá. Difícil ficar indiferente à Cachoeira Véu de Noiva, ao Mirante Morro dos Ventos, à Gruta da Lagoa azul e todos os imponentes paredões. Para chegar à Chapada, é preciso seguir pela MT-251.

5. Porto de Pedras – AL

A Rota Ecológica de Alagoas situa-se na cidade de Porto das Pedras e é um valioso programa turístico do estado nordestino. Cada visitante poderá ir a bons restaurantes, apreciar um clima delicioso – quente, mas não abafado -, passar o dia em praias paradisíacas e fazer o deslumbrante passeio para conhecer o projeto peixe-boi. Nele, os visitantes percorrem parte da região em jangadas e podem ver de perto e entender sobre o mamífero aquático ameaçado de extinção.

6. Chapada Diamantina – BA

Refrescar-se na cachoeira após fazer trilha, caminhar por dentro de grutas, conhecer a fauna e observar um visual sem igual das altas formações rochosas. Há muito o que se fazer na Chapada Diamantina, este atrativo que tem como base a cidade de Lençóis, onde existem boas opções de hospedagem e restaurantes. Dica: é uma boa ir até Igatu, uma vila próxima chamada de Machu Picchu da Bahia.

Continua após o anúncio

7. Itacaré – BA

8. Morro de São Paulo – BA

Descer em uma tirolesa de 340 metros, fazer uma caminhada ecológica de três horas e mergulhar em águas transparentes. Eis as melhores atividades de ecoturismo do Morro de São Paulo, um dos mais badalados destinos de verão da Bahia, mas que apesar de todo o movimento, conserva uma atmosfera tranquila, tão desejada por quem só quer descansar.

9. Serra de Guaramiranga – CE

A Serra do Guaramiranga é um point do ecoturismo localizado no centro norte do Ceará. E lá, o amante da natureza poderá vivenciar bons momentos no Parque Reserva Handara, um lugar com estrutura para tirolesa, aero jump, brincadeira com bola aquática e caminhadas na mata para lá de satisfatórias. Olha só a imagem que você irá admirar. Que tal?

10. Jericoacoara – CE

Referência turística no Brasil inteiro, Jericoacoara é um delicioso recanto para diversão e sossego. Se é uma delícia deitar nas redes esticadas na beira do mar e curtir a calmaria até o fim da tarde, também é muito bom conhecer o mangue e as dunas de lá e descer na tirolesa da lagoa de Tajuba. Faça a reserva em pousadas da região e você não irá se arrepender.

11. Chapada das Mesas – MA

Chapada das Mesas fica perto da divisa do Maranhão com o Tocantins e é uma reserva criada para preservar os recursos naturais. No espaço, há rochas com mais de 60 milhões de anos, poços de águas esverdeadas e cânions. O acesso a esse paraíso maranhense é feito no município de Carolina.

12. Lençóis Maranhenses – MA

Os Lençóis Maranhenses são um dos mais concorridos e deslumbrantes pontos turísticos de nordeste brasileiro. Não há adjetivos capazes de qualificar o complexo formado por dunas e águas cristalinas e outros atrativos, como o rio Formiga – onde são feitas descidas de boias – e o rio Preguiças que é ótimo para stand up paddle. Programe-se para visitar Barreirinhas, cidade que é a porta de entrada para esse paraíso.

13. Fernando de Noronha – PE

Fernando de Noronha é um desses lugares que podem ilustrar os mais belos cartões postais do mundo. Situado a 565 km de Recife, o arquipélago tem cenários ideais para trilhas, mergulho, surfe ou o simples e valioso descanso em meio a uma atmosfera que dispensa comentários. Baía dos Porcos, Forte de Nossa Senhora dos Remédios, Praia da Conceição, são vários os destinos paradisíacos para visitar.

14. Parnaíba – PI

O passeio pela delta do rio Parnaíba está entre os melhores programas naturais no Piauí. Além de caminhar na área de mangue, viaje em uma embarcação pelos igarapés e rios de uma região marcada pela simplicidade e todos os aspectos mais bucólicos da natureza. Sabe aquele lugar que parece longe de tudo e exatamente por esse motivo é tão encantador? Eis o Parnaíba.

15. Natal – RN

A capital do Rio Grande do Norte tem incontáveis pontos turísticos e bons hotéis e pousadas nos bairros mais badalados. Não são poucos os locais bonitos de Natal e um dos principais é a lagoa de Genipabu, um recanto com dunas, vegetação e praia. Na localidade há empresas que oferecem passeios de bugre, os quais podem ser feitos em alta velocidade ou mais devagar. Você escolhe.

16. Canindé do São Francisco – SE

O ponto alto do ecoturismo em Sergipe está na cidade Canindé do São Francisco, situada quase na divisa com Alagoas. É lá que fica o Cânion de Xingó, quinto maior cânion navegável do mundo, com 65 km de extensão e águas com 200 metros de profundidade em determinadas áreas. A imagem acima apresenta uma ideia de como é o passeio de catamarã, lancha, escuna ou mesmo em barquinhos simples por este cenário diferenciado.

17. Serra de Itabaiana – SE

O Parque Nacional da Serra de Itabaiana é o mais importante destino de ecoturismo em Sergipe para quem gosta de trilhas. Pelo caminho, é possível se deparar com lindas cachoeiras, vegetação abundante e trechos íngremes, o que exige bom preparo físico. No fim, cada um será presenteado com um visual sublime da natureza sergipana.

18. Manaus – AM

Sem dúvidas, o contato mais intenso com a natureza no Brasil é feito na floresta amazônica. Portanto, a partir de Manaus – onde estão as melhores hospedagens e principais empresas de turismo – você poderá conhecer o mais rico ecossistema do mundo. Observe os botos, jacarés e pássaros de diversas espécies, flagre o encontro do Rio Negro com o Rio Solimões e se depare com um entardecer como o ilustrado acima. É tudo encantador.

19. Presidente Figueiredo – AM

A cidade de Presidente Figueiredo é mais um destino amazonense para quem busca aquela imersão na selva. Com trilhas curtas e grandes, cachoeiras, grutas e cavernas, o local fica a 133 km de Manaus e é acessado pela BR-174. Então, além de identificar os mistérios da maior floresta do planeta a partir da capital, é uma boa pegar a estrada e conhecer mais desse destino.

20. Ilha do Combu – PA

A Ilha do Combu fica a apenas 15 minutos de Belém. Acessada por barco, a ilha é famosa pela produção de cacau e açai. Lá, além de admirar o visual verde no caminho pelas águas, fazer trilhas e tirar todas as fotos, você terá a oportunidade de experimentar um chocolate caseiro feito pela Dona Nena, reconhecida especialista na produção e comercialização da iguaria.

21. Alter do Chão – PA

Atenção pessoal que planeja curtir o ecoturismo no Pará: o Alter do Chão é mais um recanto perfeito para relaxar em plena sintonia com a natureza. Chamado de “Caribe amazônico”, o Alter fica na margem direita do rio Tapajós e tem como principal atração a Ilha do Amor, que é acessada por barco. Lá, também dá para fazer trilhas, passeios de barco e até saborear o tambaqui – peixe comum na região – em restaurantes próximos.

22. Jalapão – TO

O Jalapão também é um importante destino do ecoturismo da região norte. Além das quedas d’água, trilhas com distintas intensidades e lindas estruturas rochosas, o local é agraciado com dunas e a exuberante Prainha do Rio Novo, onde o visitante poderá mergulhar de máscara e observar a vida marinha da região. Quer fugir um pouco da rotina urbana e sentir toda a tranquilidade emanada pela natureza virgem? Vai para o Jalapão.

23. Venda Nova Imigrante – ES

A charmosíssima cidade capixaba de Venda Nova Imigrante tem lindas paisagens e é mais um point do ecoturismo que não pode faltar nessa lista. No parque Selva Sassiri, há um circuito de arvorismo com diferentes alturas e mais de 190 obstáculos. Na atração, também há um percurso criado especialmente para crianças a partir de quatro anos.

24. Domingos Martins – ES

É no município de Domingos Martins, situado a 49 km de Vitória, que fica o concorrido Parque Estadual da Pedra Azul. O destino é um verdadeiro paraíso para os aventureiros que querem praticar rapel, rafting e trilhas que levam às cachoeiras. Vale pontuar que nas proximidades das áreas de natureza existem ótimos restaurantes. Bacana, né? Mas separe o casaco, pois a temperatura média anual por lá é de 12°C.

25. Montes Claros – MG

Travessias de madeira entre grandes árvores, grutas, riachos e outros exemplares de encher os olhos. Este é o Parque Estadual da Lapa Grande, a melhor atração para o ecoturismo da cidade mineira de Montes Claros. Antes ou depois de saborear as deliciosas comidinhas do estado, não deixe de dar uma passada neste atrativo encantador.

26. Uberlândia – MG

Uberlândia também é um dos destinos do ecoturismo em terras mineiras. A Represa de Miranda, o rio Uberabinha e o Parque Estadual do Pau Furado são os locais mais interessantes para caminhadas em meio às paisagens selvagens, contemplação da fauna e bastante aprendizado sobre preservação. Morando ou não em Minais Gerais, não perca a oportunidade de passar uns dias nessa região privilegiada.

27. Delfinópolis – MG

Situada a quatro horas de Uberlândia, Delfinópolis tem mais de 150 cachoeiras e é um dos mais importantes pontos turísticos brasileiros, quando o assunto é turismo ecológico. Além das cachoeiras – uma mais bonita que a outra, de verdade – o município possui diversos campings, o que é ótimo para o viajante ficar 24 horas imerso na atmosfera natural.

28. Belo Horizonte – MG

Você sabia que é possível escapar da correria metropolitana e curtir belos cenários naturais na própria capital mineira? Isso mesmo. É só ir ao Parque da Serra do Curral, ao Parque Ecológico e Cultural Professor Marcos Mazzoni e ao Parque Ecológico da Pampulha, que você poderá fazer piquenique, ouvir o barulho dos pássaros e sentir a típica calmaria dos mais belos lugares verdes.

29. Monte Verde – MG

Se na atração o anterior o sol dá o ar das graças em quase todos os meses do ano, em Monte Verde é o friozinho que se faz presente. As caminhadas até as principais montanhas são bem concorridas nesse distrito que fica a 1.600 metros acima do nível do mar. Do alto de mirantes, você poderá tirar lindas fotos e ter a certeza de que será uma ótima ideia repetir essa viagem.

30. Alto Caparaó – MG

As cachoeiras e admiráveis piscinas da região natural do Alto Caparaó despertam a atenção dos entusiastas por ecoturismo. Localizado a 525 km de Belo Horizonte, o Alto é conhecido pelas elevadas altitudes de seus destaques naturais. É lá que fica o famoso Pico do Bandeira, que com 2.892 metros, é o terceiro mais alto do Brasil.

31. Nova Friburgo – RJ

Localizado na região serrana do Rio de Janeiro, o município de Nova Friburgo conta com um clima fresco, o que é ótimo para quem quer fugir das altas temperaturas que são comuns na maior parte do ano no território fluminense. Lá, no Parque Ecológico do Cão Sentado, o viajante poderá praticar arvorismo, conhecer cavernas e se divertir na pesca esportiva.

32. Cachoeira de Macacu – RJ

Com mais de 60% do seu território constituído por áreas de mata atlântica, Cachoeira de Macacu é um destino do ecoturismo que precisa estar entre suas opções de escolha. No município, que fica a 115km do Rio de Janeiro, existem diversas cachoeiras, piscinas naturais e uma série de espaços propícios para o trekking, rapel, montanhismo e outros esportes radicais.

33. Itatiaia – RJ

Espaços para piqueniques e trilhas, magníficas cachoeiras e um cenário montanhoso arrebatador. O Parque Nacional de Itatiaia, com seus mais de 30 mil metros de área de floresta, é mais um achado imperdível para quem busca ecoturismo. A Lagoa Azul, Cachoeira Véu da Noiva e o Mirante do Último Adeus são os destaques naturais.

34. Rio de Janeiro – RJ

Quer aproveitar a natureza do Rio de Janeiro, mas fugir do intenso movimento das praias mais famosas, como Copacabana, Ipanema e Leblon? Fica tranquilo que não faltam boas pedidas. Você vai adorar fazer a trilha da Pedra da Gávea – e observar o visual acima -, descobrir várias cachoeiras ao andar pela Floresta da Tijuca e outras coisinhas a mais. Vale descobrir o Rio de todas as maneiras.

35. Paraty – RJ

A cidade histórica de Paraty fica praticamente toda dentro de área de preservação ambiental e parques. Então, além das tradicionais casas com fachadas coloniais e dos eventos culturais realizados todos os anos, o local tem mais a oferecer. Quem gosta de trekking, banhos de cachoeira, passeios de caiaque, arvorismo e muitos outros tipos de contato com a natureza, pode programar essa trip.

36. Campinas – SP

Campinas é uma cidade desenvolvida e com ótimas atrações urbanas. Por outro lado, no distrito de Joaquim Egídio, o viajante poderá fazer passeio de quadriciclo, trilhas e apreciar lindas paisagens. Vale a pena abraçar a natureza campineira em todos os tipos de diversão.

37. Ilha Bela – SP

Localizada a 209 km da capital paulista, Ilha Bela é um bucólico município do litoral de São Paulo. Lá existem 365 cachoeiras, 73 praias, 14 ilhas e enorme área de mata atlântica preservada, onde cada um poderá fazer trilhas e mergulhar no mar em dias ensolarados. Mesmo bastante procurada, a ilha não perde sua atmosfera relaxante e acolhedora. Sabe aquele passeio que funciona como um formidável remédio antiestresse? Aqui está.

38. Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR) – SP

Localizado no sul de São Paulo, entre os municípios de Iporanga e Apiaí, o PETAR é um parque que oferece incrível infraestrutura para o Boia Cross. O lugar tem boas corredeiras e empresas que disponibilizam boias, coletes, capacetes e o auxílio de um guia, para que a aventura seja feita com 100% de segurança.

39. Brotas – SP

Por ter cachoeiras, piscinas naturais de águas transparentes, nascentes e vegetação exuberante e preservada, Brotas é mais um município ótimo para o ecoturismo. Dica: ande bastante para contemplar a flora local, faça passeios a cavalo pelas trilhas e visite o Aventurah Ecoparque, um parque com tirolesa, arvorismo e escalada. A criançada vai adorar.

40. Cataratas do Iguaçu – PR

As 275 quedas d’águas de paredes rochosas de mais de 80 metros de altura, das Cataratas do Iguaçu, são de impressionar qualquer visitante. Antes ou depois de conferir o espetáculo, o visitante poderá fazer um passeio de jipe por cerca de 3 km mata adentro e depois seguir de bote-lancha até as cataratas.

41. Tibagi – PR

Tibagi, bela cidade do interior paranaense, é um exemplar que não pode ficar fora dessa lista. Por lá, é viável apreciar as pinturas rupestres presentes na trilha do Parque Estadual de Guartelá, fazer rapel e também praticar esportes radicais no rio Tibagi, local perfeito para Boia Cross.

42. Ponta Grossa – PR

Localizada a 114 km de Curitiba, a charmosa Ponta Grossa é bem recomendada para o turismo ecológico. No Parque Estadual de Vila Velha, as formações de arenito e a Cachoeira do Rio São Jorge destacam-se e agradam tanto quem busca aventura, quanto a turma que quer apenas sentir o ar puro e vivenciar a calmaria proporcionada por tanta beleza.

43. Cambará do Sul – RS

Tanto a programação de aventura, quanto a mais tranquilinha e familiar serão nota 10 nos atrativos de Cambará do Sul, cidade gaúcha muito visitada todos os anos. Contando com o auxílio de guias, os viajantes poderão desfrutar de todas as maravilhas do Parque Nacional Aparados da Serra (Cânion Itaimbezinho), um atrativo com vales profundos, araucárias e impressionantes paredões com 900 metros de altura.

44. Florianópolis – SC

A capital de Santa Catarina é um arquipélago com muita natureza e, portanto, excelente opção de turismo ecológico entre as capitais brasileiras. Com boa rede hoteleira e um povo alegre e hospitaleiro, Floripa tem lindas praias e parques ecológicos. Recomendação: visite o Parque Municipal da Lagoa do Peri e pratique mergulho para conhecer a rica flora marinha de Jurerê Internacional.

45. Urubici – SC

Em um pequeno município da serra catarinense, é possível fazer trekking, expedições, visitar cachoeiras e pescar. Para tudo isso, não deixe de visitar a Pedra Furada, o Rio do Tigre e o Cânion do Espraiado. Todas essas atrações estão localizadas nessa cidade incrível de Urubici, que fica a 173km de Florianópolis.

Viu como em todas as regiões há bons lugares para o ecoturismo? E para você guardar mais ideias de passeios na mente, veja quais são as melhores praias do Brasil. São muitas as maravilhas naturais de norte a sul!

 
   

PARA VOCÊ